Alagoas

Precatórios do Fundef: Rodrigo Cunha busca junto a AGU, PGR e STF solução para pagamento a professores

O senador Rodrigo Cunha segue dando sequência a seu trabalho para destravar o pagamento dos precatórios do Fundef aos profissionais do magistério. Cunha esteve com o Advogado-Geral da União, André Mendonça, com o ministro do STF Luís Barroso e com o Procurador-Geral da República, Augusto Aras.

O encontro com Mendonça foi importante porque caberá a ele defender a validade da Lei 14.057, aprovada pelo Congresso e que prevê o pagamento de 60% dos precatórios do antigo Fundef aos profissionais do magistério. No Senado, Rodrigo foi o relator da matéria.

O caso terá Barroso como relator no STF, e por isso Rodrigo foi até lá levar informações sobre o caso ao ministro. Além de toda a trajetória da situação, que é antiga, o senador contou sobre a situação dos professores que aguardam esse devido pagamento. Barroso prometeu se aprofundar sobre o caso. Em votos anteriores, ele já havia sido favorável à causa dos professores.

“Contei ao ministro que os professores aguardam esse dinheiro há anos, e que na maioria das vezes, toda a família depende dessa remuneração. É o certo a se fazer, e é o que prevê a lei que aprovamos”, afirma Rodrigo.

Na PGR, Aras pediu que Rodrigo envie um levantamento histórico sobre o caso.

O pagamento dos precatórios do Fundef aos profissionais do magistério tem sido o grande foco da gestão de Rodrigo neste momento. Ele tem tido reuniões semanais em Brasília para que o assunto seja resolvido o mais rapidamente possível em prol dos professores.

cadaminuto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com