Esposa de policial civil morto a facadas em janeiro 2020 é presa suspeita do crime

A esposa do policial civil Demerval Ricardo Vieira, morto a facadas em janeiro de 2020, foi presa nessa segunda-feira (21), no bairro do Benedito Bentes, em Maceió, por suspeita de ter cometido o crime. Segundo o delegado Gustavo Xavier, no dia do homicídio, a mulher teria pedido que o filho do casal, de 12 anos, saísse de casa e cometeu o assassinato, ocorrido no Povoado Lagoa Redonda, Zona Rural de Piaçabuçu, no Litoral Sul.

Conforme a polícia, a vítima dormia no sofá quando foi atacada com golpes no pescoço. O delegado disse à Gazetaweb que a mulher não aceitava o fim do relacionamento de 15 anos do casal.

“Ele teria dito à esposa que a deixaria para viver outro relacionamento”, afirma o delegado. Além disso, a suspeita apresentou contradições em seu depoimento.

Ainda de acordo com o delegado, o local onde ocorreu o crime não tem câmeras de segurança e nem residências próximas, o que facilitou a ação criminosa sem que houvessem testemunhas.

A suspeita de 60 anos foi presa em cumprimento a mandado de prisão temporária. Ela foi conduzida ao Presídio Santa Luzia, em Maceió, onde ficará à disposição da Justiça.

gazetaweb

.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo