Preço da gasolina no Brasil está abaixo da média de 167 países

O preço atual da gasolina ao deixar as refinarias no Brasil está abaixo da média de 167 países, apontam os dados do portal Global Petrol Prices e ANP (Agência Nacional de Petróleo) relativos à 6ª feira (29.jul.2022). O litro do combustível estava em US$ 1,11. A média no universo pesquisado era de US$ 1,41.

Atualmente, o Brasil tem o 2º preço mais baixo do litro de gasolina entre os integrantes dos Brics. Grande produtora de petróleo e gás, a Rússia mantém o combustível em US$ 0,85 e lidera a lista. Na China, o valor está US$ 0,28 mais caro do que no Brasil, em US$ 1,39. Na Índia, chega a US$ 1,30 e, na África do Sul, a US$ 1,56.

É certo que grandes produtores de petróleo, como a Rússia, são predispostos a conviver com preços baixos. Na Arábia Saudita, o litro da gasolina sai das refinarias a US$ 0,62. Na Nigéria, a US$ 0,42, e nos Estados Unidos, a US$ 1,21.

Igualmente produtor, o país com combustível praticamente de graça é a Venezuela. O litro da gasolina custa US$ 0,02. Mas há de se considerar, nesse caso, a taxa de câmbio de 562.686 bolívares por unidade de dólar.

Na Noruega, onde desde 1990 a Previdência Social é financiada por um fundo alimentado por recursos advindos do petróleo, o litro do combustível tem o 4º preço mais elevado da lista, de US$ 2,39. O mais caro é o de Hong Kong, de US$ 2,98.

Diesel

No caso do preço do diesel, as coisas mudam. O litro médio do combustível no Brasil registrado pela ANP na 6ª feira (29.jul.2022) era de US$1,43. O valor está acima da média das 167 nações, de US$ 1,38. Apesar disso, o País tem o 86º preço mais em conta.

Poder360

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo