Alagoas

Sem participação das prefeituras, a fiscalização do isolamento não funciona

Os órgãos responsáveis pela fiscalização do cumprimento dos decretos de isolamento social chegaram a uma conclusão bastante importante (e óbvia): sem a participação das prefeituras, o resultado do trabalho é bem abaixo do que poderia ser.

Se considerarmos os dois maiores municípios, Maceió e Arapiraca, os dois prefeitos têm feito pouco ou quase nada em favor do isolamento social (se bem que na capital a Secretaria de Segurança Comunitária tem, sim se esforçado).

JHC e Luciano Barbosa têm deixado para Renan Filho o desgaste quanto às restrições impostas à população.

Por mais que o governador goste de ser o centro das atenções, seguramente ele não consegue dar conta da fiscalização.

Pode ser cômodo para os dois prefeitos – não publicar decretos nem se mobilizar pelo isolamento social -, mas quem perde é a população alagoana como um todo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com