Corso de carnaval da Prefeitura de Maceió promete reunir foliões neste sábado

Quem pensou que este seria um ano sem carnaval, se enganou. A Prefeitura de Maceió resolveu resgatar a maneira como os foliões se divertiam no começo do século passado. Em parceria com o Clube dos Automóveis Antigos de Alagoas, o município vai promover, neste sábado (25), o corso carnavalesco, um desfile pela orla com carros antigos completamente enfeitados. É o ‘abre-alas’ da esperança de que as prévias voltarão a ser realizadas na capital.

O evento retoma uma programação que deu origem às escolas de samba (pelo adorno nos veículos, lembrando as atuais alegorias) e antecedeu os já tradicionais blocos de rua e bailes carnavalescos em clubes. Naquela época, os cortejos utilizavam os carros abertos e bastante ornamentados e saíam pelas ruas da cidade, com foliões fantasiados e que jogavam confetes, serpentinas e esguichos de lança-perfume nos ocupantes dos outros veículos.

É desta maneira que o corso de 2021 pretende ser realizado. A concentração está marcada para as 12h, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional em Alagoas (OAB-AL), no bairro de Jacarecica. A partir das 14h, cortejo deve sair pela orla, acompanhado com um carro de som e uma orquestra do bloco Pinto da Madrugada, que promete tocar as famosas marchinhas de carnaval.

Pelo caminho, os foliões terão uma recepção de honra. A CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) vai operar a Maria Fumaça e promete animar a festa ao som de muito frevo. O percurso terá fim em frente ao prédio da Associação Comercial de Maceió, em Jaraguá. A promessa é de muita alegria, para relembrar os mais antigos carnavais da capital e para matar um pouco da saudade da folia, ofuscada nesta pandemia.

“Vai ser o primeiro corso carnavalesco fora de época, marcando esta retomada da esperança dos eventos. Ainda cumprimos o protocolo sanitários, mas vai consistir em um grande cortejo, um desfile de carros antigos enfeitados, ao som de muito frevo. E o maceioense vai poder acompanhar tudo”, destacou a presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Mírian Monte.

Toda a organização do corso está sob a responsabilidade do órgão municipal e terá a preocupação de seguir as regras de combate à Covid-19. Os maceioenses poderão interagir com o cortejo das varandas dos prédios, da porta de casa, dos locais de trabalho ou da rua mesmo, caso estejam fazendo os exercícios diários ou no lazer com a família. O importante é cair na folia.

O presidente do Clube dos Automóveis Antigos de Alagoas, Vanderlei Pietro, ressaltou que, para cumprir o protocolo, todos ficarão dentro dos veículos ao longo do percurso. Ele cita que a brincadeira, surgida na Europa, foi popular em diversas cidades do Brasil, inclusive em Maceió, e será mais uma oportunidade de se reproduzir uma época de muita diversão na capital.

“Quando o corso acabar, no sábado, os participantes e a população em geral ainda poderão conferir uma exposição de carros antigos na Associação Comercial”, informou.

gazetaweb

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo