Em maio, o CRB terá maratona de 5 jogos para sair do Z-4 da Série B

Quatro partidas, um empate e três derrotas resultaram na lanterninha provisória para o CRB e, isso, nem o mais pessimista regatiano esperava. Mas ainda tem “muita água para rolar” na competição. Nada está perdido para o Galo seguir sonhando com o acesso, mas primeiro, sair da zona vermelha é a prioridade.

E, neste mês de maio, o clube regatiano terá confrontos diretos para conseguir se afastar do Z-4. No total, serão cinco jogos, sendo três fora e dois em casa, o suficiente para ‘virar a página’ e voltar a pontuar na Série B. Mas, como nada vem de graça, tudo vai depender da aptidão física e mental que o elenco trará a campo durante as próximas rodadas

O primeiro confronto direto acontece nesta quarta-feira (4), às 19 horas, contra o Novorizontino, no Estádio Jorge de Biasi, válido pela 1ª rodada da Segundona, que foi atrasada devido à finalíssima do Campeonato Alagoano, que consagrou o CRB como campeão. Neste jogo, em especial, o clube vai reencontrar velhos conhecidos, como o técnico Allan Aal (que saiu em fevereiro) e o meia Diego Torres, craque argentino que chegou ao Galo em 2020 e saiu em março deste ano. Será o primeiro duelo entre CRB e Novorizontino.

Técnico Allan Aal e o meia Diego Torres saíram do Galo durante a reta inicial do Alagoano 2022 – Foto: Ascom/CRB

Em seguida, na próxima segunda-feira (9), o CRB recebe o Sampaio Corrêa, às 20h, no Rei Pelé. O retrospecto de jogos pela Série B é favorável ao Regatas. Os clubes se enfrentaram em 14 ocasiões, que resultaram em 8 vitórias do Galo, 3 empates e 3 vitórias do time maranhense. Um adendo é que, em 2022, os times duelaram pela Copa do Nordeste, em jogo único, o CRB venceu por 1 a 0.

O terceiro embate do mês será fora de casa, no dia 14, contra o Criciúma, às 11 da manhã, no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina. O histórico desse encontro na 2ª Divisão é equilibrado, com 8 vitórias para cada lado e 3 empates.

A penúltima partida de maio trará o Londrina a Maceió. O jogo terá início às 21h30, no Rei Pelé. A análise dos confrontos mostra que nesta competição, o Tubarão tem vantagem com 6 vitórias, 3 empates e 5 derrotas para o Galo.

No último duelo do mês, o Galo vai ao caldeirão da Ilha do Retiro, encarar o Sport, às 20h do dia 23. O Leão já encarou o CRB 8 vezes na Segundona, o retrospecto exibe 8 jogos com 5 empates, 2 vitórias para o Sport e 1 triunfo para o Regatas.

Ou seja, neste mês, o time de Marcelo Cabo vai ter que mostrar serviço e tentar pontuar o máximo possível para sair da situação incômoda em que se encontra, a 20ª posição.

gazetaweb

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo