Vítima de atentado a tiros em Penedo morre no HEA; polícia pede ajuda da população para esclarecer crime

Morreu nesta quarta-feira (19), o homem de 37 anos que estava internado na Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, após ser alvejado por cerca de oito tiros nas costas, no dia 8 de junho, na Rua Wellington da Silva, no bairro Santa Cecília, popularmente conhecido como Matadouro, em Penedo, interior de Alagoas.

A vítima foi identificada como Brás dos Santos Cirino. Desde o dia do atentado, a polícia tem realizado diligências e ouvido testemunhas para identificar o autor dos disparos que levaram a morte de Brás.

O delegado titular da Delegacia Regional de Penedo, Rômulo Andrade, solicita que qualquer pessoa com informações que possam ajudar no esclarecimento do caso entre em contato com o Disk Denúncia da Polícia Civil pelo número 181. A ligação é gratuita e o denunciante pode permanecer anônimo.

Além disso, a Delegacia de Penedo oferece um canal de comunicação direta através do WhatsApp. Para falar com a Polícia Civil, solicitar apoio ou fazer uma denúncia, basta enviar uma mensagem para o número (82) 9 9833-5091, com garantia de sigilo absoluto da identidade do denunciante.

“O inquérito está bem adiantado, mas a colaboração da comunidade é crucial para o esclarecimento de crimes como este. As denúncias anônimas são uma ferramenta valiosa que permite à Polícia Civil agir de forma mais rápida e eficaz, garantindo a segurança de todos. A participação de cada cidadão, por menor que seja a informação, pode fazer a diferença na busca por justiça e na prevenção de novos crimes”, declarou Rômulo Andrade.

A Polícia Civil de Penedo continua empenhada na investigação e reitera a importância da colaboração comunitária para a resolução de crimes e manutenção da segurança pública.

Fonte cadaminuto

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo