CAIXA democratiza o acesso ao crédito

A CAIXA divulgou, nesta sexta-feira (04/02), em evento na CAIXA Cultural Brasília, as ações adotadas pelo banco para democratizar o acesso ao crédito no país. Na ocasião, o banco lançou sua mais nova linha de crédito: o Giro CAIXA Transportes. A cerimônia contou com as presenças do Presidente da República, Jair Bolsonaro, do ministro da Economia, Paulo Guedes, do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e do presidente da CAIXA, Pedro Guimarães.

Giro CAIXA Transportes

A linha de crédito Giro CAIXA Transportes é exclusiva para antecipação do pagamento de custos de frete aos caminhoneiros e vai beneficiar toda a cadeia de transporte rodoviário de carga, ao disponibilizar os recursos diretamente na conta dos transportadores autônomos com até 120 dias de antecedência. Já disponível para todos os clientes do banco, a linha de crédito tem taxa de juros a partir de 1,99% ao mês.

As empresas de transporte de cargas que contratam serviço de frete a prazo podem solicitar ao banco que antecipe seu pagamento diretamente ao transportador autônomo (caminhoneiro), que recebe o valor à vista por meio de crédito em conta da CAIXA, inclusive na Poupança Social Digital, no CAIXA Tem. Podem ser antecipados os fretes com registro no sistema da Secretaria da Fazenda a partir da emissão do Manifesto Eletrônico Fiscal (MDF- e), documento amplamente utilizado pelas empresas do ramo, que armazena informações sobre a carga e os responsáveis pelo transporte.

A amortização do empréstimo é feita em parcela única, cujo vencimento será na mesma data estipulada pelo transportador no MDF-e para o pagamento do frete.

Para contratação do Giro CAIXA Transporte, as empresas de transporte de cargas devem solicitar a habilitação do limite em qualquer agência da CAIXA, mediante avaliação de crédito. Após a disponibilização do limite, a operacionalização do crédito é realizada digitalmente pelo Gerenciador Financeiro do banco.

A CAIXA possui, dentre suas fortalezas, a solidez e a confiança de um banco com mais de 160 anos, e confirma o compromisso de ser o banco de todos os brasileiros, em especial dos cidadãos mais pobres e das empresas de menor renda.

Inclusão bancária

Por meio do aplicativo CAIXA Tem, mais de 109 milhões de Contas Poupanças Sociais Digitais foram abertas para pagamento dos principais benefícios sociais do Governo Federal. Ao mesmo tempo em que iniciou um movimento de bancarização histórico no Brasil, em 2020, a CAIXA  injetou mais de R$ 400 bilhões na economia até janeiro de 2022.

A bancarização promovida pela CAIXA  incluiu no mercado bancário 38 milhões de brasileiros que, pela primeira vez, conseguiram fazer operações financeiras como transferências bancárias, pagamentos, compras por meio do cartão de débito virtual e saques, entre outros serviços. Assim, o CAIXA Tem deixou de ser apenas um meio de pagamento de benefícios sociais e passou a ser um instrumento bancário de utilização popular.

Nesse período, foram efetivadas mais de 6 bilhões de transações por meio do aplicativo CAIXA Tem, que registrou 415 milhões de downloads nas principais lojas de aplicativos.

A conta gratuita oferece aos usuários diversas opções de transferência e pagamento, como o Pix, que já registrou apenas nesse aplicativo 310,2 milhões de transações (envios e recebimentos).

Além disso, os clientes CAIXA Tem, por meio do Cartão de Débito Virtual, realizaram mais de 297 milhões de compras em estabelecimentos comerciais, bem como efetuaram 250,2 milhões de operações de pagamentos de contas e boletos. Foram realizados ainda 185,7 milhões de saques por meio do aplicativo e 69,9 milhões de transferências bancárias.

Ao promover a maior inclusão bancária da história do Brasil em 2020,  a CAIXA reafirma o compromisso de ser o maior parceiro dos brasileiros, reconhecida pela capacidade de transformação, com eficiência e rentabilidade.

Acesso ao crédito

O CAIXA Tem possibilitou o acesso a linhas de crédito como o crédito CAIXA Tem e a Antecipação do Saque-Aniversário do FGTS, possibilitando aos clientes condições de investir no seu próprio negócio, concretizar planos e organizar a vida financeira com taxas de juros justas e condições facilitadas.

Com a Antecipação do Saque-Aniversário do FGTS, foram beneficiados mais de 2,3 milhões de clientes CAIXA, sendo 1,3 milhão deles clientes negativados. Ao todo foram realizadas 7,4 milhões de operações, injetando mais de R$ 15 bilhões na economia, o que representa 40% de todo o valor emprestado no Brasil para essa linha de crédito.

Atualmente, é possível antecipar até três saques-aniversário, a taxa de juros é de 1,49% ao mês e o valor mínimo para contratação é de R$ 500. A partir da segunda quinzena de fevereiro, será oferecida a possibilidade de antecipar até cinco saques-aniversário, medida que visa beneficiar ainda mais o cliente que esteja precisando de um reforço financeiro nesse momento.

Já no crédito rural, a CAIXA bateu recorde de contratações em 2021, totalizando R$ 16,8 bilhões, montante 113,19% maior frente ao mesmo período de 2020. De janeiro a dezembro do ano passado, foram assinados mais de 9,1 mil contratos com o setor. Esses resultados conduziram a CAIXA à terceira colocação entre as 10 maiores instituições financeiras no agronegócio.

Para 2022, o banco preparou condições especiais para os clientes Agro e iniciou o ano safra 2021/2022 com a oferta recorde de R$ 35 bilhões para o crédito rural, por meio do Plano Safra, beneficiando, principalmente, agricultores familiares e pequenos e médios produtores rurais, além das agroindústrias e cooperativas.

Informações detalhadas sobre as linhas para o agronegócio podem ser obtidas na página de Crédito Rural da CAIXA.

Os interessados em obter mais detalhes sobre a linha de crédito relativa ao FGTS podem acessar a página da CAIXA sobre Antecipação do Saque-Aniversário.

caixanoticias

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo