Alexandre de Moraes deve remarcar depoimento de Bolsonaro

Presidente da República não compareceu ao depoimento marcado para esta sexta-feira (28)

Fontes do STF (Supremo Tribunal Federal) explicaram ao Blog quais devem ser os próximos passos da polêmica que envolve o depoimento de Jair Bolsonaro. O presidente da República não compareceu ao depoimento marcado pelo ministro Alexandre de Moraes e teve um novo recurso recusado pelo ministro do Supremo.

Agora, o STF aguarda a comunicação da Polícia Federal, que vai relatar os argumentos apresentados pelo ministro da AGU (Advocacia-Geral da União). Bruno Bianco compareceu à sede da Polícia Federal. Ao receber essas explicações, Alexandre de Moraes deve remarcar a data do depoimento de Bolsonaro.

Neste processo, o presidente é investigado por divulgar informações sigilosas de um inquérito que investiga um ataque de hackers ao sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Já pelo lado da Advocacia-Geral da União, que faz a defesa do presidente, a expectativa é entrar com outro processo, um habeas corpus ou uma reclamação, para provocar no Supremo uma nova discussão sobre o formato e obrigatoriedade do depoimento do presidente da República.

Do R7

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo