Vereadores prestigiam audiência pública sobre Golpe do Diploma em Penedo

A realização de audiência pública sobre o prejuízo causado a milhares de alagoanos, vítimas da fraude conhecida como Golpe do Diploma, levou vereadores penedenses a participar do evento promovido nessa quinta-feira, 08, data da retomada das atividades parlamentares da Câmara Municipal de Penedo (CMP).

Realizada com apoio da Prefeitura e da Câmara Municipal de Penedo, a audiência que iria acontecer no plenário da casa legislativa foi transferida, com antecedência, para o auditório da Casa de Aposentadoria. A mudança de local foi motivada pela necessidade de espaço com maior capacidade de público, o que de fato se verificou no evento aberto às 10 horas e concluído por volta das 17h30, com grande presença de participantes.

Representada na mesa de trabalho por seu Presidente Marcelo Lins Pereira, a Câmara Municipal de Penedo também se fez presente por meio de seu Vice-Presidente Rogério dos Peixotos (Rogério José da Silva) e dos parlamentares Fagner Matias, Macaxeira Enfermeiro (José Carlos Vicente dos Santos), Ernande Pinheiro, Derivan Thomaz e também pela vereadora Raquel Tavares.

Além dos vereadores penedenses, o Presidente da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal), Fabiano Leão, também prestigiou a audiência. Já o vereador Cidário Santos representou a Câmara Municipal de Igreja Nova. Pela Câmara de Piaçabuçu compareceram o presidente Kayro Castro e a vereadora Loura Amaral.

Os trabalhos de responsabilidade da 4ª Comissão Permanente da Educação, Cultura, Esporte e Turismo da ALE, presidida pelo deputado Marcelo Beltrão, têm por objetivo colher mais informações sobre o Golpe do Diploma, dados para fundamentar uma CPI na ALE.

Além disso, a ação parlamentar pretende encerrar a ofertas de cursos irregulares em Alagoas, gerar provas que levem à responsabilização dos responsáveis pela fraude e ressarcir as vítimas do esquema que continua ocorrendo no Estado, conforme foi deito na audiência pública que teve ainda a presença de representante da Procuradoria Geral da República, Ministério Público Estadual, Conselho Estadual de Educação, Uneal, OAB e entidades representativas de classe.

Por Ascom CMP

Texto Fernando Vinícius/Fotos Kim Emmanuel

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com