Suzane von Richthofen, que matou os pais, ganha saidão para comemorar o Dia das Mães

A assassina Suzane von Richthofen mais uma vez deixou a prisão no início da manhã desta quarta-feira (8) para para o saidão das comemorações do Dia das Mães. É a reiteração de um deboche: ela cumpre pena pelo assassinato dos próprios pais. A criminosa só precisa retornar no dia 14 à Penitenciária feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier em Tremembé (SP).

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, e tem sido beneficiada em todos os “saidões”, no cumprimento da regra em vigor que garante aos presos de “bom comportamento” um total de 35 dias anuais de “folga” do sistema penitenciário. A legislação, nem as autoridades responsáveis pela concessão do benefício, não levam em conta a evidência de que o “saidão” seria para favorecer os presos a homenagear as próprias mães.

A assassina deixou a penitenciária às 8h15 caminhando rapidamente até um carro, sob a proteção de outras presas para impedir a aproximação de repórteres.

Diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com