DestaquePenedo

Secult Penedo inicia programa de cadastramento cultural

Quem produz arte em Penedo? Quais tipos de atividade cultural existem no município? Onde estão os nossos artesãos, mestres de folguedos, poetas, músicos e outros artistas penedenses?

Para encontrar as respostas para essas perguntas, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) realiza o trabalho de Cadastramento Cultural. O registro de todas as pessoas que desenvolvem, de forma comprovada, algum tipo de atividade cultural acontece na cidade e na zona rural.

O trabalho nos povoados que são referência para diferentes regiões do município começa nesta terça-feira, 18, no Tabuleiro dos Negros. Amanhã será a vez da comunidade Marituba do Peixe. As visitas serão retomadas na próxima semana, primeiro na Ponta Mofina (terça-feira, 25) e em seguida nos núcleos 1 e 2 da Cooperativa (quarta-feira, 26).

Ao mesmo tempo, a sede da Secult Penedo está pronta para fazer o registro de dados em sua sede, situada na Rua Dâmaso do Monte, Centro Histórico de Penedo, próxima da Prefeitura. Os interessados devem apresentar carteira de identidade, CPF e comprovante de residência no horário das 8h00 às 13h00.

E como a pessoa deve provar o trabalho que informa?

A comprovação do fazer cultural será feita nos dias 02 e 03 de julho, data reservada para o recadastramento da Carteira de Artesão e do workshop Alagoas Feita à Mão. As atividades acontecem na Casa de Aposentadoria e são fruto da parceria da Prefeitura de Penedo com o governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e de Turismo.

Segundo a Secult Penedo, existem 144 pessoas cadastradas no município, sendo que 90 estão com a Carteira de Artesão vencida desde o início. O Cadastramento Cultural é a oportunidade de regularizar a situação de quem já está inserido no programa e também a porta de acesso que habilita a participação de quem faz cultura em feiras, eventos e editais.

A Secult Penedo informa que as portas estão abertas para responsáveis por grupos folclóricos e também para quem faz trabalho manual, independentemente do tipo de material usado. O Cadastro Cultural também está aberto para cantores, dançarinos, poetas, músicos, escultores, pintores, enfim, o artista penedense.

Por Fernando Vinícius – jornalista MTB 837/AL

Foto Paulo César – arquivo Secult Penedo

penedo.al.gov

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar