Entretenimento

Quais regiões da Europa têm a maior expectativa de vida?

No início do século XX, a expectativa de vida na Espanha era de cerca de 35 anos e na China e na Índia não atingia 25 anos. Em 1900, o número de habitantes do planeta era de 1.650 milhões de habitantes. Esse número, em 2017 totalizou 7.722 milhões, distribuídos de maneira desigual entre os continentes: Ásia (4.677 milhões), África (1.110 milhões), América (1.094 milhões), Europa (801 milhões) e Oceania (40 milhões). Mas por que essa população aumenta? Quanto aumentou a expectativa de vida desde então?

Esse aumento populacional deveu-se ao aumento da expectativa de vida no mundo, devido a quatro causas básicas: tratamento de efluentes, melhoria de higiene, vacinas e alimentos.

Existem áreas, no entanto, com expectativa de vida mais altas do que outras e a Europa domina. Em um estudo recente, diz-se que em 2016 a expectativa de vida na Europa era de 81 anos. No entanto, as diferenças entre algumas regiões foram muito grandes, 11.9 anos. Surpreendentemente, as três regiões com maior expectativa de vida foram espanholas: Madri com uma expectativa de vida de 85.2 anos, seguida por La Rioja e Castilla-León com 84.3 anos.

A quarta e quinta posições são ocupadas pela província autônoma de Trento (na Itália), com uma expectativa de vida de 83,3 anos, e pela Ilha de França (região francesa onde fica a cidade de Paris), com expectativa de vida de 84,2.

As regiões com os níveis mais altos de expectativa de vida foram principalmente na Espanha e na Itália, enquanto a maioria das regiões com os níveis mais baixos ocorreu na Europa Oriental.

Espanha é claramente líder me expectativa de vida. A causa dessa longevidade é atribuída à dieta mediterrânea que evita doenças cardiovasculares, uma das principais causas de morte no mundo moderno. Recentemente, o jornal The Times se perguntou por que os espanhóis vivem mais do que os britânicos uma vez que fumam e bebem mais do que eles. A resposta é que, além de comer melhor, os espanhóis também têm outros hábitos muito saudáveis, entre os quais podemos destacar: caminham bastante; tiram boas sonecas (pelo menos 18% dos espanhóis fazem isso); os dias de trabalho são mais longos, mas em contrapartida eles têm intervalos maiores no café da manhã, almoço, lanches etc (os espanhóis trabalham em média 1.687 horas por ano, 331 a mais que na Alemanha e 6 a mais que no Reino Unido); eles afirmam ter uma vida sexual mais intensa e melhor; usam palavras mais positivas e felizes que ajudam a melhorar o bem-estar geral (segundo estudos científicos, é “a linguagem mais feliz”); o jantar é uma refeição muito mais leve.

Estudos científicos afirmam que, seguindo as tendências atuais, a Espanha será o país com maior longevidade em todo o mundo até 2040.  Talvez porque todas as razões e argumentos dos espanhóis em relação a expectativa de vida refletem uma vida mais calma e hedonista, sem dúvida boa para a saúde. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar