Provas de concurso não são entregues e confusão é registrada em escolas de Maceió

Uma confusão foi marcada em escolas no Benedito Bentes, em Maceió, durante a realização do concurso público para Prefeitura de Paripueira neste domingo (16). Os candidatos ficaram mais de uma hora dentro das salas esperando que as provas fossem entregues, o que não ocorreu.

Por meio de nota, a Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes) e o Núcleo Executivo de Processos Seletivos (Neps/Copeve) informam que, devido a um problema técnico, as provas do concurso de Paripueira que seriam aplicadas na Escola Maria das Graças de Sá Teixeira, Escola Dom Otávio Barbosa de Aguiar e Escola Marcos Antonio Cavalcante Silva foram suspensas. 1.185 candidatos deveriam fazer provas neste domingo. (Confira a nota na íntegra abaixo).

Só na escola Barbosa Aguiar, mais de 400 pessoas estão no local para fazer as provas. Cada candidato pagou R$ 120 pela inscrição do concurso para professor. A candidata Alane Rodrigues disse que ficou na sala esperando a prova ser entregue por mais de 1 hora.

“Ficamos na sala e o tempo foi passando e ninguém dizia nada. Os fiscais nem recolheram nossos pertences. Fiquei o tempo todo com o meu celular e bolsa, mas as provas não foram entregues. Nos entregaram apenas a folha de resposta”, afirma.

Segundo Alane, os fiscais de sala disseram que as provas não chegaram. “Falaram que os Correios não entregaram as provas. Todo mundo ficou fora das salas aguardando uma posição. Ficamos presos, sem comunicação. Ninguém saia da escola”, frisa.

Maria José Mora em São Luís do Quitunde e veio para Maceió só para fazer a prova. “É um absurdo. Eu paguei caro na inscrição, me preparei, estudei e chego aqui está essa confusão danada. Ninguém diz o que realmente está acontecendo”, diz.

A Polícia Militar foi acionada para o local. Foi formada uma comissão com os candidatos para que fossem até a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, registrar um Boletim de Ocorrência.

Mais de 10 candidatos foram para a Central de Flagrantes I para registrar o BO. Eles foram orientados pelo delegado plantonista Rubens Martins. A comissão disse que vai juntar o BO em uma ação na justiça para pedir o cancelamento das provas.

Nota

Organizadora suspende provas para três cargos do Concurso de Paripueira

A Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes) e o Núcleo Executivo de Processos Seletivos (Neps/Copeve) informam que, devido a um problema técnico, as provas do Concurso de Paripueira que seriam aplicadas na Escola Maria das Graças de Sá Teixeira, Escola Dom Otávio Barbosa de Aguiar e Escola Marcos Antonio Cavalcante Silva foram suspensas.

Nos locais seriam realizadas as provas para os cargos de Professor de Educação Infantil, Professor de Artes e Professor de anos iniciais mas, devido a uma falha técnica na impressão das provas, a organizadora, visando assegurar a igualdade entre os candidatos, optou por suspender a aplicação. Uma nova data será definida.

A Fundepes/Copeve assegura que nenhum candidato será prejudicado. Será estabelecido um prazo para os candidatos que optem pela restituição da inscrição e após este processo serão divulgados os locais e as datas das provas que não foram aplicadas neste domingo, dia 16.

Cerca de nove mil candidatos realizam neste domingo, 16, as provas do Concurso da Prefeitura de Paripueira. As provas transcorrem dentro do previsto e apenas 1.185 candidatos foram afetados pela suspensão.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com