Polícia investiga suposta extorsão de advogados contra moradores do Pinheiro e região

A Polícia Civil começou a investigar nesta semana se possíveis advogados estariam cobrando altos valores dos honorários para que os moradores dos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro possam entrar com ações indenizatórias contra a Braskem.

Em entrevista ao Cada Minuto, o delegado Thiago Prado, que está no caso, afirmou que já consta uma ação judicial proposta pela Defensoria Pública. “Isso leva a crer que seria um golpe, sendo praticando ou por advogados ou por falsos advogados, uma vez que essa ação coletiva abrangeria a todos”.

Ainda segundo o delegado, estas pessoas estariam cobrando 50% dos honorários em relação ao valor das indenizações. “O valor que estava sendo cobrado já é um abuso e também precisamos averiguar se de fato essas pessoas são profissionais da advocacia ou não”, destacou.

Thiago disse ainda que algumas pessoas já foram ouvidas ao longo desta semana e outras já estão sendo intimimadas para que possam ser ouvidas na próxima semana. “Estamos trabalhando para que possamos entender como tudo isso está ocorrendo para que assim, caso seja preciso, possamos tomar as providencias cabíveis”.

Até o momento apenas vítimas e testemunhas foram ouvidas.

cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com