DestaquePenedo

Polícia aguarda apresentação de militar acusado de matar cunhada na praia do Peba

A polícia de Piaçabuçu confirmou, na manhã desta terça-feira (17) que está aguardando a apresentação do policial militar da reserva, conhecido como sargento Hélio, acusado de assassinar a tiros a cunhada, Valdimeire da Silva, 48, na madrugada de segunda (16) em uma casa de veraneio na localidade conhecida como Pontal do Peba.

As investigações do homicídio estão sendo conduzidas pelo delegado de Coruripe, Gustavo Pires, que estava de plantão no momento em que o crime aconteceu. Segundo ele, o advogado do policial militar entrou em contato e informou que ele deverá ser apresentar na quarta-feira (18) e prestar esclarecimentos sobre o crime. “Até o momento não temos muitas informações sobre o caso, estamos esperando que ele possa esclarecer”, afirmou Gustavo Pires.

Valdimeire da Silva foi atingida por dois disparos de arma de fogo na madrugada de segunda-feira (16). Os tiros teriam sido efetuados pelo cunhado dela, o militar aposentado sargento Hélio. Horas após o crime, um áudio atribuído à esposa do militar, conhecida como Beta Nobre, relata que a morte foi “uma tragédia que poderia acontecer em qualquer família”.

No aúdio, ela conta que a vítima foi acordar o policial militar para comer, por volta de 3h da madrugada. “Ele não tinha comido nada durante o dia e à noite, só bebendo. Resumindo, ele pessou que era ladrão e atirou. Infelizmente esses tiros pegaram na minha cunhada e ela veio a óbito”, afirma.

Após a morte da mulher, o sargento reformado deixou a residência e não foi encontrado. Mesmo que ele se apresente á polícia na quarta-feira, é possível que não fique preso e responda pelo crime em liberdade, já que o período para a prisão em flagrante já expirou.

arapiraca.7segundos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar