“Não consigo reconhecer minha irmã”, diz irmão de mulher espancada

Irmão de Elaine Peres Caparroz, 55 anos, mulher espancada durante quatro horas na madrugada do último sábado (16), afirmou que não consegue reconhecer a própria irmã. Rogério Peres, 45 anos, afirmou que cada vez que vê a irmã no Hospital Casa de Portugal, fica mais chocado.

“Aquela pessoa que está ali, desfigurada, não representa diretamente a fisionomia da minha irmã. Cada vez que eu vejo a minha irmã, eu não consigo reconhecê-la. Ele deixou minha irmã numa situações que eu não a reconheço. Cada vez que eu chego para ver a Elaine, fico chocado. Não tem como se acostumar com a imagem com a qual ela ficou”, afirma Rogério.

Entenda o caso

A empresária e paisagista Elaine Caparróz, segundo o Extra, foi encontrada desacordada por policiais militares dentro do próprio apartamento após vizinhos ouvirem gritos de socorro e chamarem o zelador.

A vítima contou ao “Fantástico”, da TV Globo, que conversou com o agressor, identificado como Vinícius Batista Serra, durante 8 meses até marcarem um encontro: um jantar no apartamento dela. Os dois dormiram e, segundo Elaine, ela acordou com socos desferidos por Vinícius, que ainda tentou dar uma “gravata” nela.

Durante as agressões, ela levou, ainda, uma mordida no braço. Com o rosto desfigurado e hematomas pelo corpo, Elaine foi levada em estado grave no Hospital Lourenço Jorge, na Barra, e, em seguida, transferida para uma unidade particular.

O irmão de Elaine, Rogério Peres, afirmou que ela teve o nariz fraturado, maxilar e dentes quebrados.

À polícia, o agressor disse que tomou vinho, dormiu e acordou em surto psicótico.

O delegado-adjunto Rodrigo Freitas de Oliveira, da 16ª DP, onde o boletim de ocorrência foi registrado, afirmou que, pela gravidade das agressões e pela desproporcionalidade física, Vinícius tentou matar Elaine.

Ele vai responder por tentativa de feminicídio.

No pedido de prisão preventiva, o delegado afirma que Vinícius é perigoso e que precisa ficar preso por representar ameaça. Ele foi transferido para a Cadeia Pública Frederico Marques, em Benfica.

 

tnh1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com