DestaquePolícia

Fraude em benefícios do INSS contava com 17 aliciadores, aponta investigação da Polícia Federal

Operação Marechal, que desarticulou uma quadrilha especializada em fraudes à Previdência Social em Alagoas, apontou que o esquema contava com uma rede formada por 17 aliciadores que provocaram um prejuízo de quase R$ 10 milhões aos cofres do órgão.

 

A apuração teve início no mês de junho, em parceria como setor de inteligência do INSS após as denúncias chegarem à ouvidoria. O esquema era mantido principalmente com a atuação de um funcionário da agência do INSS em Marechal Deodoro. Segundo a PF, esse servidor, que não teve nome divulgado, fazia a mudança nos dados das pessoas que haviam morrido ao qual o grupo tinha acesso.

Ainda segundo a PF, somente o esquema formado pelo grupo poderia ter causado um prejuízo de quase R$ 50 milhões. A operação de hoje está entre as cinco maiores do ano de 2019 em termos de volume.

Para que o desvio ocorresse, uma mesma mulher emprestou sua foto para abrir diversas contas e os dados da pessoa falecida eram transferidos para Marechal Deodoro, como se ela tivesse apenas mudado de cidade e não morrido.

 

De acordo com o delegado federal, Alexandre José Borges de Mendonça, vários integrantes recebiam pensão por morte por uma pessoa que eles nem conheciam e sacavam os benefícios e contavam com a participação do servidor que realizava as fraudes.

“O caso começou a partir dos comportamentos das agências e aqui em Maceió notamos o comportamento em Marechal Deodoro sobre a concessão dos benefícios. Foi feito um levantamento e percebemos que havia um padrão atípico. Fizemos uma amostragem e foi encaminhado para a PF. Vários benefícios tratavam-se pessoas coincidentes, pessoas com a mesma foto. Fizemos um batimento para identificar benefícios que foram concedidos para pessoas inexistentes e tudo isso foi encaminhado para a PF. Por fim foi constatada a fraude sobre amparo aos idosos e com simulação de morte, entre outras fartas falsificações de documentos”, afirmou Marcelo Hembique de Ávila, Coordenador Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista.

cadaminuto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar