AlagoasDestaque

Filho de ex-técnico do Penedense é campeão da Copa do Nordeste Sub-20

O Fortaleza-CE é campeão da Copa do Nordeste Sub-20 2018. Depois de empatar em 2 a 2 com o Bahia-BA no tempo normal, o Leão faturou o título da competição ao levar a melhor nas cobranças de pênalti. Com 100% de aproveitamento, o Tricolor do Pici venceu a disputa por 4 a 2 e levantou o troféu na Arena Batistão, em Aracaju.

Em ritmo acelerado, o Bahia começou pressionando e criou duas oportunidades de gol logo nos primeiros minutos. Explorando as jogadas pela esquerda, o time baiano ficou muito perto de abrir o placar. Após segurar o ímpeto inicial do adversário, o Fortaleza equilibrou as ações e chegou com perigo aos 15 minutos. Principal arma ofensiva do Bahia, Caique aproveitou escanteio, subiu mais que a zaga e colocou o Bahia na frente, 1 a 0. Aos 38, o Leão do Pici respondeu na mesma moeda e, após cobrança de escanteio, deixou tudo igual, 1 a 1.

Na volta do intervalo, o Bahia repetiu o bom início de jogo e pressionou o Fortaleza, que passou a apostar nos contra-ataques. Bem postado na defesa, o Leão dificultou as investidas da equipe baiana e por pouco não virou o marcador aos 16 minutos, mas Cassiano se mostrou atento e defendeu nos pés do atacante. Aos 27, em bola levantada na área, o goleiro brilhou novamente e salvou em cima da linha.

Com mais posse de bola, o Bahia sondou o gol adversário e voltou a liderar o placar, aos 37 minutos, em bela cobrança de falta de Caio, 2 a 1. Lutando até o final, o Fortaleza levou a decisão para os pênaltis ao igualar o marcador com Vitor Jacaré, 2 a 2. Mais eficiente nas cobranças, o Tricolor do Pici venceu por 4 a 2.

A invicta conquista da equipe cearense, treinada pelo jovem Marconne Montenegro, filho do ex-treinador do Penedense, Erandy Montenegro, apresentou seis vitórias e dois empates nas oito partidas disputadas.
ortaleza-CE é campeão da Copa do Nordeste Sub-20 2018. Depois de empatar em 2 a 2 com o Bahia-BA no tempo normal, o Leão faturou o título da competição ao levar a melhor nas cobranças de pênalti. Com 100% de aproveitamento, o Tricolor do Pici venceu a disputa por 4 a 2 e levantou o troféu na Arena Batistão, em Aracaju.
Em ritmo acelerado, o Bahia começou pressionando e criou duas oportunidades de gol logo nos primeiros minutos. Explorando as jogadas pela esquerda, o time baiano ficou muito perto de abrir o placar. Após segurar o ímpeto inicial do adversário, o Fortaleza equilibrou as ações e chegou com perigo aos 15 minutos. Principal arma ofensiva do Bahia, Caique aproveitou escanteio, subiu mais que a zaga e colocou o Bahia na frente, 1 a 0. Aos 38, o Leão do Pici respondeu na mesma moeda e, após cobrança de escanteio, deixou tudo igual, 1 a 1.
Na volta do intervalo, o Bahia repetiu o bom início de jogo e pressionou o Fortaleza, que passou a apostar nos contra-ataques. Bem postado na defesa, o Leão dificultou as investidas da equipe baiana e por pouco não virou o marcador aos 16 minutos, mas Cassiano se mostrou atento e defendeu nos pés do atacante. Aos 27, em bola levantada na área, o goleiro brilhou novamente e salvou em cima da linha.
Com mais posse de bola, o Bahia sondou o gol adversário e voltou a liderar o placar, aos 37 minutos, em bela cobrança de falta de Caio, 2 a 1. Lutando até o final, o Fortaleza levou a decisão para os pênaltis ao igualar o marcador com Vitor Jacaré, 2 a 2. Mais eficiente nas cobranças, o Tricolor do Pici venceu por 4 a 2.
A invicta conquista da equipe cearense, treinada pelo jovem Marconne Montenegro, filho do ex-treinador do Penedense, Erandy Montenegro, apresentou seis vitórias e dois empates nas oito partidas disputadas.

Fonte: Robson Lessa

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar