Brasil/Mundo

FGTS: saque começa próximo dia 13; consulte o saldo e planeje-se

Pouco mais de 970 mil alagoanos terão direito ao saque automático do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) de até R$ 500, que começa a ser depositado já no dia 13 de setembro na conta de quem possui poupança na Caixa Econômica Federal (veja calendário abaixo).

Calendário para quem tem conta poupança na Caixa

  • Aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril: 13 de setembro de 2019
  • Aniversário em maio, junho, julho e agosto: 27 de setembro de 2019
  • Aniversário em setembro, outubro, novembro e dezembro: 9 de outubro de 2019
  • Calendário para quem não tem conta poupança na Caixa

    • Aniversário em janeiro: 18 de outubro de 2019
    • Aniversário em fevereiro: 25 de outubro de 2019
    • Aniversário em março: 8 de novembro de 2019
    • Aniversário em abril: 22 de novembro de 2019
    • Aniversário em maio: 6 de dezembro de 2019
    • Aniversário em junho: 18 de dezembro de 2019
    • Aniversário em julho: 10 de janeiro de 2020
    • Aniversário em agosto: 17 de janeiro de 2020
    • Aniversário em setembro: 24 de janeiro de 2020
    • Aniversário em outubro: 7 de fevereiro de 2020
    • Aniversário em novembro: 14 de fevereiro de 2020
    • Aniversário em dezembro: 6 de março de 2020

    Com o número do NIS/PIS (que se encontra na carteira de trabalho) ou no Cartão Cidadão, o trabalhador pode ir a uma agência da Caixa, consultar pelo site, ou pelo aplicativo disponível na Apple StoreGoogle Play ou Windows Store.Para saber se vai ter direito ao saque, o trabalhador deve consultar inicialmente se possui saldo. De acordo com dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, no Brasil, há cerca de 225 mil patrões devedores de FGTS inscritos na dívida ativa da União.

    Outra possibilidade é fazer um cadastro no site do banco para receber o extrato via SMS, email ou carta (chega a cada dois meses no endereço cadastrado).

    Caso não tenha o dinheiro depositado, o trabalhador deve cobrar do empregador ou por meio da Justiça. Depois de sair da empresa, existe um prazo de dois anos para entrar com ação na Justiça cobrando direitos trabalhistas. Após os dois anos, não é mais possível cobrar.

    Há ainda a possibilidade de denunciar a falta de pagamento ao sindicato que representa sua categoria, à Superintendência Regional do Trabalho ou ao Ministério Público do Trabalho.

    Dinheiro na conta

    Se o empregador vem realizando o depósito corretamente, então é hora de se planejar com o dinheiro. Pagar dívidas é o mais indicado.

    Segundo dados da Fecomércio em Alagoas, cerca de 190 mil alagoanos estão endividados.

    TNH1 ouviu o planejador financeiro Carlos Cardoso, da Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar) em Aracaju, e ele respondeu quais os melhores caminhos a seguir após a liberação de saque. Confira:

    Qual o melhor destino para esse dinheiro?

    Pagar dívidas é sempre preferível, porque as taxas das dívidas são altas. Mesmo os 500 reais podem ser utilizados em um primeiro momento para amortizar eventuais dívidas, e caso a pessoa não tenha dívida, pode sim começar a investir. Com 500 reais podemos investir no Tesouro Selic, pelo site do Tesouro Direto. Hoje ele paga 6,5% ao ano, enquanto que o FGTS rende apenas 3% ao ano. É importante ficar atento aos juros, se (nas dívidas) forem mais altos do que se consegue com um investimento, paga-se a dívida. Até mesmo financiamento imobiliário, em que as taxas são baixas, mesmo assim são em torno de 8% ao ano. Financiamento de veículos, a mesma coisa. Só vai ser interessante investir quando a taxa de juros da dívida for abaixo de 6,5%.

    Quais são as dívidas prioritárias a se pagar?

    Cheque especial e cartão de crédito. São as mais caras, com maiores taxas de juros. Em um segundo momento, deve-se avaliar o custo. Geralmente os boletos mostram a taxa de juros, então a pessoa deve optar por pagar a que tem a maior taxa. Se a pessoa não puder pagar tudo, procura a empresa para negociar. É interessante para a empresa, e o devedor pode conseguir um bom desconto.

    Posso fazer compras ou guardar o dinheiro do FGTS para um gasto futuro?

    Quem não tem reserva de emergência deve evitar fazer compras desnecessárias. Se, por exemplo, a geladeira da casa quebrou, vale fazer a compra. Mas se for para fazer gastos supérfluos, como em um restaurante, não vale. É importante pensar no futuro, se preparar.

    O Saque Aniversário permite retirar um percentual do FGTS todo ano, mas impede o recebimento do valor total em caso de demissão sem justa causa. Com esse risco, é vantajoso aderir?

    É uma escolha que o trabalhador tem que fazer. O FGTS funciona como um “seguro” caso o trabalhador seja demitido. Como todo seguro, isso tem um custo, que é a perda de valor por conta do baixo rendimento do FGTS.
    Se o trabalhador é organizado e tem capacidade de fazer poupança, o interessante é que ele resgate sempre que possível para fazer aplicações mais rentáveis. O dinheiro parado no FGTS gera uma perda para o trabalhador ao longo do tempo. Mas, caso a pessoa seja pouco organizada em relação a finanças pessoais, e além disso não se sente segura no emprego, o mais interessante é mesmo “pagar” por esse seguro.

    E qual a melhor opção de investimento?

    A melhor opção é a mais adequada para cada pessoa. Geralmente o Tesouro Selic é a mais indicada para quem está tendo o primeiro contato com os investimentos. Ele é mais seguro que a própria poupança e é um primeiro passo.

    Para quem já possui uma reserva de emergência e quer fazer um investimento a médio e longo prazo, o ideal é se informar. Qual tem maior liquidez, qual o prazo, qual o rendimento, o risco… É comum as pessoas arriscarem nos investimentos que têm rentabilidade mais alta, mas não há uma garantia de que vai continuar alta. Não existe fórmula mágica. O importante é procurar conhecer o produto.

tnh1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar