Eleita nova diretoria do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDR) de Igreja Nova se reuniu, no último dia 6 de junho, na Câmara de Vereadores, com produtores e representantes de associações para eleger a nova diretoria e tratar de pautas de interesse da categoria, como Plano Safra, retomada das atividades do Banco do Brasil no município e novos cursos de capacitação ofertados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).
Vinte e cinco pessoas compareceram a reunião, que elegeu para presidente do CMDRS José Laurindo, da Secretaria de Agricultura; para vice, Antônio Messias, do povoado Cajueiro; e para secretário, Sérgio, do Olho D’água do Taboado. O conselho tem ainda cadeiras reservadas para representantes das Secretarias de Assistência Social e de Educação; do Banco do Nordeste e do Banco do Brasil; da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável (Emater), da Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e Parnaíba (Codevasf); das cadeias produtivas do leite, da agricultura familiar, da piscicultura, do mel, da agricultura irrigada; dos quilombolas, das mulheres, do sindicato rural, da colônia de pescadores e das cooperativas.
O gerente do Banco do Brasil de Igreja Nova, José Magno, aproveitou a oportunidade para avisar que o Plano Safra, este ano, será lançado com atraso, devido a demora da aprovação dos recursos, e fez um apelo aos produtores que estão com a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) vencida para que renovem o documento e apresentem ao banco. “Quando a DAP vence, o produtor sai da condição de pronafiano, e fica em situação irregular no sistema do banco”, explicou. O Banco do Brasil iniciou suas atividades, com numerário da praça, desde o dia 3 de junho e Magno enfatizou que a implantação do Conselho Municipal de Segurança foi fator decisivo para a retomada das atividades no município.
O secretário de Agricultura, Aureliano Almeida Dias Neto, falou da importância da parceria com o Conselho para o andamento das atividades, sendo uma ponte entre os produtores e a Prefeitura. Por meio do SENAR serão ofertadas três novas capacitações no segundo semestre, nas comunidades: Defensivos Agrícolas, Mecanização Agrícola e Bovinocultura do Leite Sanidade. Também está sendo estudada a possibilidade de trazer um curso sobre melhoria no desempenho de vendas, para os integrantes da feira da agricultura familiar.

SECOM

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com