Efeito Rodrigo Cunha: Marx Beltrão deve decidir desistência do Senado até sexta

A candidatura de Rodrigo Cunha ao senado já produz os efeitos objetivos.

Maurício Quintella entrou no modo “espera” e deverá ter o seu futuro definido pelo senador Renan até agosto. Pior para ele, neste caso, que não pode contrariar qualquer decisão do MDB.

Marx Beltrão, pressionado pelo Palácio República dos Palmares para entregar os cargos que possui no governo – uma direção da Casal e a Secretaria de Meio Ambiente – e com o novo cenário eleitoral, está sendo obrigado a mudar planos.

Segundo um personagem público bastante ligado a ele, até a próxima sexta-feira Beltrão define o seu futuro eleitoral.

“A tendência clara é a desistência do Senado, para manter a posição já conquistada até aqui, que é de um lugar na Câmara Federal. Retrocesso seria perder a vaga de deputado, indo junto o prestígio conquistado por ele em Brasília”.

A explicação do aliado de Marx Beltrão tem dupla motivação, mas, principalmente – como definiu – é produto do “efeito Rodrigo Cunha”.

blog.tnh1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com