De forma inédita, Mancha Verde é campeã do Carnaval de São Paulo

De forma inédita, a escola Mancha Verde, ligada à torcida organizada do Palmeiras, é campeã do Carnaval de São Paulo. O título do Grupo Especial foi decidido no último quesito, a alegoria, uma vez que a agremiação alviverde mantinha o mesmo número de pontos da Acadêmicos do Tatuapé, que buscava em busca do seu tricampeonato.

As outras escolas ligadas as organizadas do futebol, Dragões da Real (São Paulo) e Gaviões da Fiel (Corinthians) terminaram na segunda e nova colocações, com 269.9 e 269.5 pontos, respectivamente. Tucuruvi e Vai-Vai foram rebaixadas ao Grupo de Acesso.

Com 270 pontos, a escola campeã ficou com a nota máxima possível, contando os descartes. Em terceiro lugar ficou a Rosas de Ouro, com a mesma pontuação da Dragões da Real. A campeã superou suas rivais no quesito alegoria, para garantir sua primeira vitória no tradicional desfile que ocorre todos os anos no Sambódromo do Anhembi.

Ligada à organizada do Palmeiras, Mancha Verde foi a única escola de samba que obteve a pontuação 270, após apuração realizada nesta terça-feira

FOTO: REPRODUÇÃO/G1

No Sambódromo, a Mancha Verde apresentou o samba-enredo “Oxalá, Salve a Princesa”, que enalteceu a princesa africana Aqualtune e discutiu questões sobre a escravidão, direitos dos negros e mulheres e intolerância religiosa. A modelo e atriz Viviane Araújo se destacou como rainha da bateria.

Para o Carnaval deste ano, a Mancha Verde contou com a doação da Crefisa, patrocinadora master do Palmeiras, no valor de R$ 3.426.370,00 – de acordo com os dados do Ministério da Cultura, via Lei Rouanet.

GazetaWeb

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com