Datafolha: maioria é contra de leis trabalhistas e privatizações

Não pegou bem a informação da equipe econômica sobre flexibilização de leis trabalhistas e o anúncio da venda de estatais. Pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada neste sábado (5) revelou que a maioria é contra a privatização em série como defende o governo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O Datafolha perguntou aos entrevistados: “O governo deve privatizar, ou seja, vender para empresas privadas, o maior número possível de estatais?” 60% disseram que discordam totalmente ou em parte.

Na pergunta sobre se “é preciso ter menos leis trabalhistas”, 57% responderam que discordam totalmente ou em parte.

A pesquisa foi realizada em 18 e 19 de dezembro e ouviu 2.077 pessoas em 130 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos.

Disseram que concordam totalmente ou em parte com as privatizações 34% dos entrevistados. 40% se disseram favoráveis, totalmente ou em parte, à redução de leis trabalhistas.

Outra pergunta da pesquisa foi: “Mulheres ganharem menos do que os homens é um problema das empresas e não do governo?” 37% disseram concordar totalmente ou em parte. 51% discordaram. O restante, não sabe ou não quis responder.

Segundo o Datafolha, o apoio às privatizações é maior entre homens, pessoas com curso superior e moradores das regiões Norte e Centro-Oeste.

Também é maior entre os mais ricos: 56% dos que ganham acima de dez salários mínimos se disseram favoráveis às privatizações.

Quem mais discorda da medida são as mulheres, pessoas com escolaridade média, moradores do Sul e do Nordeste e os mais pobres.

Sobre a redução de leis trabalhistas, são mais favoráveis os homens, de setores mais ricos da população e moradores do Sul.

Os menos favoráveis são os mais pobres, mulheres, moradores do Centro-Oeste e do Norte.

gazetaweb

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com