Esporte

Com vários desfalques por causa da Covid-19, CRB perde para o Cuiabá-MT: 3 a 0

com um time todo desfalcado, o CRB teve uma noite infeliz, neste sábado (31), ao perder para o Cuiabá, por 3 a 0, na Arena Pantanal, em Cuiabá-MT, pela 19ª rodada da Série B, a última dos jogos de ida. E o Galo ainda ficou no lucro, pois os donos da casa imprimiram um verdadeiro bombardeio em direção ao gol do Regatas, que não levou mais gols porque o goleiro Victor Souza conseguiu fazer excelentes defesas, operar um verdadeiro milagre, evitando uma sonora goleada.

Os gols do Cuiabá foram de Elton e Marquinhos (duas vezes), todos no segundo tempo. Detalhe: a delegação regatiana viajou com apenas 16 jogadores. Isso porque nove estão infectados pela Covid-19 e outros cinco encontram-se lesionados. Além disso, o Galo teve o volante Claudinei expulso, no primeiro tempo da partida.

Outro detalhe foi que o Dourado tinha neste jogo seis jogadores que já defenderam o CRB: o goleiro João Carlos, o zagueiro Anderson Conceição, o volante Ferrugem, os meias Felipe Ferreira e Elvis, e o atacante Willians Santana.

Com este resultado, o CRB agora é o 10º colocado, com 26 pontos ganhos, enquanto o Cuiabá é o vice-líder da Série B, com 36 pontos, a quatro da líder da competição, no caso, a Chapecoense.

Na 20ª rodada, a primeira do returno, o CRB vai enfrentar o Juventude, no domingo (8), no Rei Pelé, às 18h15. No jogo de ida, disputada no dia 8 de agosto, jogando no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS, o Galo perdeu por 2 a 1. O gol regatiano, na ocasião, foi assinalado por Léo Gamalho, que hoje não está mais no CRB.

1º tempo

 

CRB sentiu os desfalques, teve ainda um jogador expulso e não conseguiu superar o adversário, na Arena Pantanal

FOTO: ASCOM DOURADO

O jogo começou com o Cuiabá levando muito perigo ao CRB, logo no primeiro minuto. Yago ajeitou bonito, Hayner chutou forte e a bola passou bem perto do travessão de Victor Souza. O Dourado iniciou com a posse de bola, enquanto o CRB se postava todo atrás. E, aos 4 minutos, o time do Mato Grosso chegou de novo assustando. Willians Santana recebeu a bola nas costas da defesa regatiana, chutou em cima de Victor Souza, a bola voltou, ele passou para Élton que, sozinho, chutou para fora e perdeu a grande chance de abrir o placar.

 

A pressão era somente do Cuiabá e o CRB tinha muita dificuldade na criação das jogadas. Aos 15 minutos, Élvis bateu a falta na área do Galo, Victor Souza saiu de soco e tirou a bola que ia na cabeça de Willians Santana.

A primeira boa chance do CRB no jogo se deu aos 17 minutos. Diego Torres bateu uma falta, Daniel Amorim desviou de cabeça na primeira trave e a bola foi muito perto do poste direito de João Carlos. O Dourado respondeu aos 18 minutos. Élvis foi para a cobrança de uma falta, bateu no ângulo e Victor Souza se esticou todo para espalmar para escanteio, pois a redonda tinha endereço certo.

Aos 25 minutos, o CRB teve um escanteio em seu favor.Diego Torres bateu, mas Anderson Conceição tirou o perigo na primeira trave. O Galo seguia levando sufoco e a situação se complicou quando o ponteiro ainda marcava 25 minutos. Isso porque Claudinei vacilou, Willians Santana tomou a frente, roubou a bola e acabou sendo agarrado pelo volante do CRB, que recebeu o cartão vermelho e foi expulso.

O Galo ainda não agrediu o adversário, que trabalhava a bola no meio-campo e o CRB ficava todo recuado. Aos 30 minutos, o Cuiabá tentou com Matheus Barbosa, que arriscou do meio da rua, mas mandou a bola direto para fora, em escanteio para o alvirrubro.

O Regatas levou outro susto, aos 35 minutos. Élvis deixou Elton na cara do gol, o centroavante do Cuiabá chutou forte e a bola parou em Victor Souza, que espalmou para escanteio, fazendo uma grande defesa e livrando o time regatiano. Só dava Cuiabá. Aos 40 minutos, Hayner levantou na segunda trave do CRB, Elton cabeceou direto para o chão e Victor Souza tirou com o pé, fazendo uma defesa sensacional. Mas a assistente Bárbara Loiola já havia marcado impedimento no lance perigoso do time do Mato Grosso.

O árbitro deu dois minutos de acréscimos e, aos 46 minutos, o CRB ainda tentou. Em cobrança de falta, Diego Torres levantou, o estreante Daniel Amorim desviou no meio da área e a bola foi direto para as mãos de João Carlos. E, aos 47 minutos, fim de papo no primeiro tempo, na Arena Pantanal: Cuiabá 0x0 CRB.

2º tempo

 

CRB não se houve bem e foi bombardeado pelo Cuiabá, na Arena Pantanal, por 3 a 0; placar não foi maior graças às defesas do goleiro regatiano

FOTO: ASCOM DOURADO

O árbitro mal apitou o início do segundo tempo e o Cuiabá já foi abrindo o placar, quando o cronômetro nem marcava ainda um minuto de bola rolando, eram apenas 40 segundos. Lucas Hernández cruzou, Elton dominou, girou e, mesmo no chão, chutou para abrir o placar na Arena Pantanal: 1 a 0.

 

Só dava Cuiabá. Aos 4 minutos, Élvis recebeu a bola, livre, adiantou e chutou forte, vendo a redonda passar muito perto do gol de Victor Souza. Aos 6 minutos, de novo os donos da casa chegaram com perigo. Após cruzamento da direita, Felipe Ferreira furou no meio da área, Élvis chutou forte e Victor Souza operou um verdadeiro milagre na Arena Pantanal, mandando para escanteio.

O Cuiabá seguia no controle do jogo, enquanto o CRB levava sufoco, tentava administrar a saída de bola. Aos 8 minutos, mais uma vez, Élvis levou perigo ao Regatas, seu ex-clube. Ele bateu forte, da entrada da área, e Victor Souza espalmou mais uma, cedendo outro escanteio. Aos 9 minutos, na cobrança de escanteio, a defesa regatiana afastou parcialmente, Lucas Hernández pegou o rebote, limpou Adsson e chutou rasteiro, vendo a bola passar muito perto do gol alvirrubro.

Era um tremendo bombardeio contra o time alagoano. Aos 21 minutos, o Cuiabá meteu uma bola na trave regatiana. Auremir recebeu a bola com liberdade, ajeitou para a perna esquerda e chutou colocado, mas a bola, caprichosamente, explodiu no travessão de Victor Souza, que apenas ficou olhando. Dois minutos depois, outra bola no travessão, após um chute de fora da área. Aos 30 minutos, de novo outro lance perigoso contra o CRB. Felipe Ferreira foi lançado na pequena área, tocou de cabeça e Victor Souza salvou mais uma vez o Galo. Uma excelente atuação do goleiro regatiano na partida.

Depois de fazer tantas defesas importantes e bonitas, tem uma hora que não dá. E eis que, aos 32 minutos, veio o segundo gol do Cuiabá. Hayner cruzou da direita, Marcinho subiu lá no alto e cabeceou direto para o chão, ampliando o marcador: 2 a 0.

Aos 35 minutos, mais um gol dos donos da casa. Após boa tabela na frente da área do CRB, Lucas Hernándes chegou com facilidade à linha de fundo, cruzou por baixo e Marcinho tocou na frente de Victor Souza, fazendo o terceiro gol: 3 a 0.

Aos 39 minutos, de novo o Cuiabá chegou e quase fez o quarto gol. Felipe Ferreira passou por elevação, Jenison dominou no peito, girou e bater: Victor Souza espalmou e evita o quarto tento.

A segunda etapa foi até os 48 minutos, com os três de acréscimos decretados pelo árbitro, que encerrou pontualmente a partida: vitória do Cuiabá, por 3 a 0 em cima do CRB.

Cuiabá – João Carlos; Hayner, Léo, Anderson Conceição e Lucas Henández; Nenê Bonilha (Felipe Ferreira), Matheus Barbosa e Elvis (Diego Jardel); Elton (Jenison), Yago (Auremir) e Willians Santana (Marcinho). Técnico: Caio Autuori.

CRB – Victor Souza; Lucas Mendes, Éwerton Páscoa, Vital e Adsson; Claudinei, Robinho, Thiaguinho e Diego Torres (Darlisson); Daniel Amorim (Ramon) e Luidy. Técnico: Marcelo Cabo.

Árbitro – Andrey da Silva E Silva (CBF-PA).

Auxiliares – Luis Diego Nascimento Lopes (CBF-PA) e Bárbara Roberta da Costa Loiola (FIFA-PA).

Quarto árbitro – Luiz Paulo de Moura Pinheiro (CBF-MT)

 

Fonte:Gazetaweb

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar