Brasil/Mundo

Collor participa de reunião e sugere medidas para frear alta de combustíveis no Brasil

O senador Fernando Collor (PROS) participou de uma reunião interministerial nesta segunda-feira (8), no Palácio do Planalto, que discutiu medidas para frear a alta dos combustíveis. Durante o encontro, Collor apontou caminhos para diminuir os impactos no bolso dos brasileiros. As sugestões, segundo Bolsonaro, foram acolhidas pelos integrantes da equipe econômica.

“Temos problemas. A gente busca a solução. O duro é tentar resolver sozinho e não contar com o braço amigo para poder te ajudar nesse momento. Como, hoje, estávamos reunidos aqui, com a equipe econômica do Paulo Guedes, vendo a questão do impacto do reajuste, no qual nós não temos como interferir, e apareceu Collor para participar de outra reunião, o convidei e ele participou das discussões sobre a questão do combustível”, declarou Bolsonaro. “Ele nos deu sugestões. Sugestões bem-vindas e acolhidas por nós. E desta forma vamos governando”.

De acordo com Bolsonaro, a sua equipe atua para encontrar uma saída que ajude o brasileiro a enfrentar os constantes reajustes no preço dos combustíveis, mantendo a autonomia da Petrobras. Segundo o presidente, a saída para essa situação vai nascer por meio do diálogo permanente com a classe política e a análise de projetos importantes apreciados no Congresso Nacional.

PREÇO

Nesta segunda, a Petrobrás anunciou aumentos dos preços médios de venda às distribuidoras da gasolina, diesel e GLP, gás de cozinha, que deverá vigorar a partir de terça-feira, 9. O preço médio de venda de gasolina nas refinarias da Petrobrás passará a ser de R$ 2,25 o litro, refletindo aumento médio de R$ 0,17 por litro. O preço médio de venda de diesel passará a ser de R$ 2,24 o litro, refletindo aumento médio de R$ 0,13 por litro.

Em Alagoas, o preço da gasolina vendida nos postos acumulou uma alta de 4% no mês de janeiro, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). De acordo com os dados, o valor médio do litro do combustível saltou de R$ 4,724 no início do mês passado, para R$ 4,913 na semana passada. É o 11º maior preço do País.

Após a reunião, Collor participou, ao lado de Bolsonaro, da cerimônia de lançamento do Portal Participa + Brasil. Objetivo do governo é criar um canal de comunicação direto do cidadão com os órgãos que compõem o Poder Executivo Federal.

Gazetaweb

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar