DestaqueEsporte

Brasil é letal, despacha Uruguai e segue 100% no Pré-Olímpico

O Brasil voltou a campo em busca de uma vaga nas Olimpíadas de Tóquio, no Pré-Olímpico, na Colômbia, e venceu. Diante do Uruguai, a seleção brasileira travou um duelo franco e aproveitou melhor as oportunidades: 3 a 1

Com a vitória, o time comandado por André Jardine segue com 100% de aproveitamento, chega a seis pontos e lidera o Grupo B. Já a seleção celeste permanece com três pontos, agora na terceira colocação da chave.

Brasil é letal e segue invicto no Pré-Olímpico

Brasil iniciou com ritmo intenso diante do Uruguai. Logo no primeiro minuto, Matheus Cunha recebeu cruzamento de Guga e obrigou o goleiro uruguaio a fazer boa defesa.

A resposta celeste veio logo na sequência. Rossi foi lançado livre pela direita, acionou Ramírez pela esquerda. O camisa 11 deu toque de leve, e a bola saiu à esquerda do gol de Ivan. Incrível.

O jogo entrou em trocação franca ao decorrer da primeira etapa. Melhor para os brasileiros, que abriram o placar. Antony recebeu pela direita, puxou para a canhota e cruzou na medida para a chegada de Pedrinho, por trás dos zagueiros, que só escorou de chapa para o fundo das redes.

 

A intensidade do time comandado por André Jardine culminou no segundo gol canarinho. Aos 29, Matheus Cunha recebeu dentro da área e foi derrubado por Arruabarrena. Pênalti. Na cobrança, o camisa 9 bateu rasteiro, no meio do gol, ampliando a vantagem verde e amarela.

Para a segunda etapa, o Uruguai voltou disposto a dificultar as coisas para a seleção brasileira. Logo aos dois minutos, Ramírez, de cabeça, obrigou Ivan a operar um milagre em solo colombiano. Na sobra, Bueno desperdiçou chance incrível.

Com mais volume ofensivo, os uruguaios passaram a se expor ainda mais. Com isso, o Brasil aproveitou para marcar o terceiro. Aos 32, após roubada pela esquerda, Matheus Henrique lançou Pepê, que, em posição legal, entrou na área e deu uma cavadinha por cima de Arruabarrena, marcando um belo gol.

Mesmo com 3 a 0 contra, a seleção celeste não desistiu da partida e continuou pressionando em busca do seu gol. Até que Waller cobrou escanteio com a canhota da direita, Ivan saiu mal, e Bueno antecipou para testar para dentro. Tarde demais. Não havia mais tempo para nada. Fim de papo e segunda vitória brasileira no Pré-Olímpico.

MSN

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar