Apoio da Prefeitura de Penedo para agricultura familiar gera emprego e renda

Os investimentos da gestão ‘Penedo Terra do Desenvolvimento e da Cultura’ para quem vive na zona rural do município geram emprego e renda, mais uma ação positiva da administração Marcius Beltrão/Ronaldo Lopes e do Secretário Municipal de Agricultura, Manoel Messias Lima, o Messias da Filó.

Servidor aposentado da Embrapa, Manoel Messias assumiu a pasta em outubro de 2017. Entre as primeiras medidas tomadas, estabeleceu o apoio ao pequeno agricultor como prioridade. “Nós orientamos o pessoal do campo para a necessidade da produção coletiva e organizada, trabalho em parceria com a Emater”, explica o gestor da pasta que também preparou o trabalhador rural para se habilitar a vender para o governo.

Formalizados e representados por associações ou cooperativas, agricultores penedenses passaram a ter garantia de compra do que plantam, por preço e justo e pagamento em dia.

“Das 26 propostas apresentadas este ano ao PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), 25 foram aprovadas e a única recusada foi porque o município ainda não tinha o Selo de Inspeção Municipal (SIM)”, explica o Secretário sobre a exigência para comercialização de produtos de origem animal já solucionada pelo gestor da pasta.

“Praticamente não se comprava itens da merenda escolar do que era produzido na zona rural de Penedo. Hoje já fornecemos praticamente 50% e a tendência é crescer cada vez mais”, comemora Manoel Messias Lima.

O trabalho da Secretaria Municipal de Agricultura também colocou o pequeno produtor rural de Penedo no PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), outra fonte de pagamento segura e regular.

Quem duvidar dessas melhorias, basta conversar com um participante da Feira da Agricultura Familiar, a parte mais visível dessa cadeia que faz o dinheiro circular dentro do município.

“Tem gente ali que hoje emprega de dez a doze pessoas porque melhorou sua condição financeira. É muito simples de entender: se o alimento que chega em nossa mesa, todo dia, é produzido e comercializado em Penedo, todo a riqueza que nasce disso fica aqui. Só para dar um exemplo, quase 70% das hortaliças vendidas nas feiras de Penedo são da nossa da zona rural. Antes não chegava nem a 8%, agora quase não compramos mais de fora”, informa Messias.

Com a reestruturação do setor em nosso município, a população e os trabalhadores rurais são beneficiados. Tanto é verdade que a Feira da Agricultura Familiar passará a ser semanal. “A cada quinze dias, a gente mantém a feira na Praça da Santa Luzia e no meio desse período em outra localidade da cidade, de forma itinerante, começando pela COHAB, talvez ainda neste mês”, acrescenta o Secretário Municipal de Agricultura.

Fernando Vinícius – jornalista MTB 837/AL (Decom PMP)

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com