AlagoasDestaque

“A gente temos como reverter”, diz vereador condenado pela justiça

Condenado pela justiça alagoana em processo sobre uso de cheque da Câmara de Vereadores de Igreja Nova passado como garantia para suposta compra de gado, o vereador Manoel Messias voltou a se declarar inocente e ainda mandou recado para seu suplente.

“A nossa situação está praticamente sanada porque quem não deve não teme”, afirmou o ex-presidente do poder legislativo da cidade localizada no Baixo São Francisco alagoano durante a sessão realizada nesta terça-feira, 27.

Mais conhecido como Messias do Jenipapo e por suas declarações polêmicas, muitas delas equivocadas e com erros de Português, o político experiente disse que cometeu uma ‘infantilidade’ ao tentar justificar a razão do processo judicial que recorre da sentença.

Entenda o processo movido contra o ex-presidente da Câmara de Igreja Nova

Fiel ao seu estilo, Messias desafiou que provem que ele usou dinheiro da Câmara em benefício próprio quando administrou a casa e que permanecerá como vereador.

“Quem estiver dizendo que eu já estava sem mandato, quebre os dentes e engula a língua de volta”, declarou no plenário, alertando o colega parlamentar Dalmo Lino que esteve ausente das sessões por ter sido acometido com uma pneumonia.

“Se o seu suplente fosse o meu, ele estava batendo palmas e soltando foguetes”, comparou Messias do Jenipapo em mais uma indireta para o ex-vereador Caroço, político que assumirá a cadeira de Messias, caso ele tenha seus direitos políticos suspensos, como prevê a punição expressa na sentença da justiça alagoana.

arapiraca.7segundos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar