Ministro Rogério Marinho cobra que Governo de AL solucione pendências com TCU para continuidade do Canal do Sertão

Em nova vinda a Alagoas, para mais uma entrega de residencial à população, desta vez no bairro do Benedito Bentes, em Maceió, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, falou, nesta sexta-feira (11), sobre as obras do Canal do Sertão, destacando que o trecho 5 do Canal está parado devido a problemas do Governo de Alagoas com o Tribunal de Contas da União (TCU).

“Estivemos aqui para fazer a entrega do trecho 4, obra que foi totalmente financiada pelo presidente Bolsonaro. As obras do trecho cinco só não saíram ainda, porque o Governo do Estado tem problemas com o Tribunal de Contas da União que impedem a nova licitação desse trecho remanescente”, afirmou o ministro.

Segundo ele, o Governo Federal está pronto para dar início aos trabalhos, assim que for possível.

“Ele [o Governo de Alagoas] precisa resolver o problema junto ao TCU e, na hora que isso acontecer e que o TCU permitir, nós poderemos andar. Estaremos dispostos e disponíveis para fazer as parcerias necessárias, porque quem tem que receber o benefício é a população, independentemente de posição política de quem quer que seja”, completou Marinho.

O ministro ressaltou ainda que, apesar do impasse junto ao TCU, os investimentos na região continuam sendo feitos pelo governo federal ao longo do perímetro do Canal do Sertão.

“Mesmo com essa impossibilidade de fazermos o trecho 5, estamos fazendo investimentos ao longo do perímetro, com cidades recebendo adutoras para permitir que a água chegue às torneira das casas. Uma ação da Codevasf que tem sido mantida, inclusive, com apoio da bancada federal de Alagoas”, pontuou, destacando ainda o importante papel do senador Collor para que as ações aconteçam não só em Alagoas, mas em todo o Brasil.

“Collor tem sido um parceiro importante, alguém que tem nos ajudado muito nas reformas que estão acontecendo no país”, ressaltou o ministro.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, esteve em Maceió, nesta sexta-feira, para fazer o repasse das chaves do Residencial Alameda do Pontal, no Benedito Bentes, parte alta de Maceió. Ao lado do secretário nacional de Habitação, Alfredo Eduardo dos Santos, eles fizeram a entrega de 480 apartamentos a famílias de baixa renda.

O empreendimento é distribuído em 120 blocos de dois andares e quatro unidades por pavimento. Com investimento federal de R$ 38,4 milhões, sendo R$ 36,99 milhões desembolsados desde 2019, o residencial vai beneficiar cerca de 1,9 mil pessoas.

gazetaweb

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo