Alertas sobre invasão russa geram pânico, diz presidente da Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse neste sábado (12) que as advertências de um ataque russo a seu país “provocam pânico e não são úteis” e pediu provas concretas de uma invasão.

As declarações do presidente ucraniano surgem depois de o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, advertir que uma invasão “pode acontecer a qualquer momento”.

As autoridades ucranianas tentam minimizar as perspectivas de uma guerra total por causa dos efeitos devastadores que ela pode ter na economia e na população. “Entendemos os riscos. Entendemos que há riscos”, disse Zelensky à imprensa.

“Mas neste momento o maior inimigo é o pânico no país. E todas essas informações estão causando pânico e não estão nos ajudando”, afirmou o líder ucraniano, acrescentando que, se alguém tem dados adicionais sobre uma invasão, deve entregá-los.

por AFP
.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo