Ex-prefeita de Piaçabuçu vence a Covid-19, após ficar 42 dias internada.

Foto: arquivo pessoal –

A ex-prefeita de Piaçabuçu, Dra. Lúcia Marinho, recebeu alta clínica após ser infectada pelo coronavírus.

A ex-prefeita, após testar positivo para a Covid-19, precisou ficar internada por cerca de 42 dias, boa parte na unidade de terapia intensiva – UTI na Santa Casa na capital alagoana. Mas conseguiu vencer o vírus e recebeu alta, e já está em casa com a família, na qual agradeceu a todos pelas orações, e mensagem de carinho.

Vídeo postado pela família em 14 de abril

“Não tenho palavras para agradecer o carinho e as orações nesses 28 dias de UTI, sempre soube que minha mãe era uma super mulher, sempre tive muito orgulho em falar que era filha da Dra Lúcia, minha mãe foi um verdadeiro MILAGRE, quero agradecer aos funcionários da @santacasademaceio e da @uti_neuro_scm, vocês são anjos na terra, os médicos pediram pra gente ter fé em Deus e no trabalho deles, e assim fizemos este vídeo da alta da minha mãe da UTI foi sem dúvidas o melhor momento da minha vida e na dos meus irmãos.” depoimento da sua filha Adriene Marinho em uma rede social.

Dra. Lúcia foi prefeita em Piaçabuçu nos anos de 2001 a 2004. Também já presídio a câmara dos vereadores e ainda foi duas vezes eleita como vice-prefeita, construindo uma carreira marcante na história política de Piaçabuçu.

A Covid-19 segue fazendo milhares de vítimas e levando muitas a óbito. Em Alagoas temos um total de mais de 4 mil mortes causada pelo vírus em todo estado, em contrapartida temos cerca de 159 mil pessoas que já estão totalmente recuperadas.

Em Piaçabuçu, segundo o último boleto epidemiológico do dia 22 de abril, apresentou 644 casos recuperados, 688 confirmados e 16 óbitos.

Por isso é de extrema importância que sejam seguidas todas as medidas de segurança. Use máscara, álcool em gel e respeite o distanciamento social.

 

 

.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo