Ex. Prefeito Alexandre Toledo diz em entrevista que precatório é uma conquista dos professores

O ex. Prefeito de Penedo, com passagens pelas pastas da Saúde e da Agricultura do Estado e Deputado Federal Alexandre Toledo, foi o convidado especial do Programa Alerta total da Francês Fm que tem como âncora  o experiente e irreverente radialista Lula Costa com mais de  20 anos de estrada. Alexandre Toledo, foi convidado do programa para falar um pouco sua trajetória política, em especial do momento político penedense,, alagoano e Brasileiro com às eleições que se advinham.

O ex. Prefeito por  três vezes de Penedo,  foi abordado sobre o pleito eleitoral em Alagoas destacou a liderança incontestável  do Governador Renan Filho não como candidato a reeleição mais como Gestor de Alagoas, onde segundo ele vem fazendo um trabalho respeitado  e bem avaliado pelo o povo alagoano. Mas, o foco mesmo do Ex. Prefeito  de Penedo  neste quesito eleitoral  que  são as eleições, o mesmo fez questão de destacar a atuação parlamentar  dos seus aliados e parceiros políticos: Bruno Toledo, Benedito de Lira e Artur Lira que na sua ótica política tem feito um trabalho extraordinário na região do Baixo São Francisco em especial  em Penedo  quando realizaram várias ações através de emendas parlamentares.

Por outro lado, o ex. gestor público de Penedo diante da sua larga experiência como administrador deu sua opinião sobre investimentos  de recursos do Fundef e a  questão do tão badalado e discutido Precatórios  do FUNDEB e  afirmou com convicção:” Eu quando Prefeito de Penedo, tinha uma preocupação muito grande em zelar e  investir bem os recursos vindo da educação principalmente aqueles direcionados ao professor. Só sobra recursos  porque literalmente ele foi mal investido disse Toledo. Comigo na administração, não existia rateios porque esses valores eram bem  aplicado com  compensação de  perdas e com reajustes salariais discutidos em sua data base.

Em se falando diretamente  em precatório disse Alexandre Toledo: ” Não tenho dúvida nenhuma Lula e amigos ouvintes, esse dinheiro é pra compensar perdas do FUNDEF e sendo pra compensar perdas do FUNDEF ele é um dinheiro da educação e sendo da educação e do FUNDEF os 60% são direitos do professores logo são a eles  que devem ser dirigidos. É bom que se  frise professores em atividades pedagógicas naquela época quando os recursos ficaram defasados, nunca tive problemas com servidores públicos de modo especial com os professores porque cumpria a risca essa nossa obrigação como gestor que era gerenciar bem os recursos públicos”.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com