Campanha em Alagoas visa estimular denúncias de violência doméstica

O Ministério Público Estadual (MPE) lançou, nesta segunda-feira (6), a campanha do Agosto Lilás, que busca contribuir para que a Lei Maria da Penha se torne mais conhecida e seja aplicada nos casos de violência contra a mulher. De acordo com a promotora Marluce Falcão, uma das coordenadoras da campanha, ao longo do mês, diversas ações de cidadania, prevenção e conscientização em diversos bairros e cidades alagoanas serão realizadas.

O lançamento da campanha ocorreu no bairro de Ipioca, em Maceió. Outros locais que devem receber ações são os bairros do Vergel do Lago e Benedito Bentes, além dos municípios do Pilar e de Arapiraca.

Este ano, a campanha terá um enfoque diferenciado, tendo em vista as outras vítimas da violência doméstica, que são os filhos. “Sabemos que quando acontece qualquer violência no seio da família estamos vendo como vítimas não apenas a mulher, mas os filhos e todos aqueles que compõem o núcleo familiar. Nesse contexto, o próprio agressor precisa ser trabalhado, precisamos ter esse olhar”, afirmou a promotora.

Segundo ela, no ano passado, o enfoque foi a mulher para encorajar que a sociedade denunciasse. “Esse ano, até porque vivenciamos os danos causados a todas as vítimas, vemos o drama imenso que é na família e decidimos dar um enfoque maior. Esse é um mal que, apesar de acontecer no lar, muitas vezes escondido, tem muitas consequências. E quando as crianças são vítimas, elas falam, seja na escola, na família, na rua. Precisamos ter um olhar para isso, é importante que tenhamos o ouvido atento”, pontuou.

A promotora lembrou a importância das denúncias, principalmente as que partem da sociedade como um todo, já que muitas vezes a mulher não tem a independência suficiente, inclusive financeira, Para denunciar as agressões. Ela citou o caso recente da advogada agredida pelo marido no estado do Paraná. “Temos um problema muito grande que é o feminicídio. Vimos imagens recentes que chocaram o Brasil inteiro. A Lei Maria da Penha estimula que a sociedade participe e por isso um dos objetivos das nossas ações é divulgar o número 180, que é rápido e fácil. Todas as denúncias que são feitas por esse número chegam ao MP”, disse.

“Precisamos mudar nossa sociedade e fazer com que ela se comprometa com o outro. Se você sabe de algum caso de violência doméstica e familiar denuncie, porque muitas vezes a vítima não tem a coragem de fazer isso porque é muito dependente do homem. A sociedade é responsável por denunciar”, completou a promotora Marluce Falcão.

O procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, esteve em Ipioca para o lançamento da campanha. Segundo ele, para reforçar o combate à violência doméstica, o Ministério Público aumentou o número de promotorias que trabalham com essa situação. Antes era uma e agora são três. “É uma junção de forças entre a sociedade e o Ministério Público para demonstrar a todo mundo que estamos cada vez mais empenhados em cessar essa crescente onda de violência contra a mulher. Há pouco tempo vimos as imagens de um cidadão estrangulando a esposa em um elevador de um prédio de classe alta. Fatos como esses ocorrem diariamente no país e em Alagoas não é diferente. O MP aumentou o número de membros da instituição combatendo essa violência”, informou.

Alfredo lembrou que a campanha desse ano vai reforçar o que já vem sendo trabalhado desde o ano passado. “No ano passado fizemos uma campanha muito bacana para demonstrar a importância da paz no próprio lar e agora vamos reforçar essa campanha com base nos efeitos que a violência doméstica causa nos filhos. Se a sociedade soubesse quão danosa é a consequência da violência na geração que passa por isso teria um olhar diferente para essa problemática”.

Ele afirmou ainda que o MP trabalha diariamente no combate a esse problema, mas isso ainda não está sendo suficiente, já que é preciso um engajamento de toda a sociedade, principalmente porque os casos são numerosos e fazem vítimas todos os dias.

GazetaWeb

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com