“Vai ter segundo turno para o governo de Alagoas”, avisa João Caldas

Pré-candidato ao Senado pelo PSC, João Caldas está convencido de que a disputa ao governo de Alagoas este não será tá fácil como está pintando. “Vai ter disputa. E, anote aí, teremos segundo turno”, aponta.

Para ele, o favoritismo do governador Renan Filho (MDB), que é pré-candidato à reeleição, não reflete a realidade das ruas. “Ele lidera numa parcela que já se decidiu, mas o que as pesquisas não mostram é que mais de 60% do eleitor ainda não decidiu em quem vai votar”, analisa.

Caldas está convicto de que as eleições deste ano serão diferentes: “o eleitor está cada vez mais independente. Antigamente chegava um cidadão dizendo que tinha oito, dez votos na casa dele. Hoje, ele não tem o voto nem da mulher nem do filho. As pessoas estão informadas e revoltadas e vão votar com suas próprias consciências. O voto de cabresto está acabando. Quem quiser que pense que prefeito e vereador vai eleger deputado, senador ou governador. Quem vai eleger é o povo”, afirma.

Caldas acredita que os partidos que estão fora do governo pode se unir numa chapa, formando um palanque competitivo: “hoje temos além do Renan Filho, mais dois candidatos, o Basile do PSOL e o Josan do PSL. Teremos um quarto nome no grupo de oposição. Com quatro candidatos pelo menos, tudo indica que teremos segundo turno. Não tem essa história de ganhar por WO . Vai ter disputa”, avisa.

O próprio João Caldas admite disputar o governo. Seu nome foi sugerido nessa quinta-feira, 26, pelo prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo. “Estamos conversando. Temos vários nomes e vamos nos preparar para apresentar uma alternativa de poder e um projeto de desenvolvimento para Alagoas”, enfatiza.

Edvaldojunior.blogsdagazetaweb

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com