Indonésia: adolescente estuprada 8 vezes por irmão é presa por abortar

Uma adolescente de 15 anos estuprada pelo irmão de 17 foi condenada na Indonésia a seis meses de prisão por ter abortado. Já o irmão, deve cumprir uma pena de dois anos de prisão por agressão sexual a uma menor.

O porta-voz do tribunal Listyo Arif Budiman informou, nesse sábado (21), que a jovem foi condenada na última quinta-feira (19), na ilha de Sumatra. “A menina é acusada sob a lei de proteção de menores por ter abortado”, explicou a autoridade à AFP.

Os irmãos foram presos em junho após um feto ser descoberto em uma plantação na localidade de Pulau, na província de Jambi.

A Constituição da Indonésia só autoriza o aborto quando a gestação coloca a vida da mãe em risco, ou em alguns casos de estupro. No entanto, o procedimento deve ser autorizado judicialmente e realizado durante seis primeiras semanas de gravidez, na presença de um médico e de uma especialista em assistência psicológica.

O aborto da adolescente aconteceu seis meses depois de ficar grávida. Ela foi estuprada até oito vezes por seu irmão desde setembro do ano passado.

Na Indonésia, entre 30% e 50% das mortes de mulheres grávidas são por aborto, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), de 2013.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com