Imprensa tailandesa diz que mais quatro meninos foram resgatados da caverna

A imprensa tailandesa afirmou que mais quatro crianças foram resgatadas da caverna inundada no norte da Tailândia, onde doze meninos e um adulto de 25 anos estavam presos desde o dia 23 de junho. Agora, quatro jovens de um time de futebol local e o técnico ainda permanecem presos na cavidade.

No início do trabalho das equipes de salvamento nesta segunda (9), a intenção era de retirar outros três adolescentes ainda nesta segunda, mas número de resgastes acabou sendo maior. Neste domingo (8), quatro dos jovens já haviam sido resgatados pela equipe de salvamento. Eles estão internados em quarentena para evitar possíveis infecções, mas estão em bom estado de saúde.

Desde o dia 23 de junho, os jovens estão presos a 4 quilômetros de profundidade. Para sair do local, é preciso usar equipamentos de mergulho e cilindros de oxigênio. O resgate é feito uma pessoa de cada vez, com ajuda de dois mergulhadores. Pelo fato da caverna estar completamente no escuro, a saída é feita com o auxílio de uma corda, que guia o caminho até a entrada da caverna. Em um dos pontos, é preciso equipamento de escalada para prosseguir até a entrada da cavidade.

Neste domingo, a primeira operação aconteceu mais rápido que o esperado pelas autoridades. O governador da província de Chiang Rai, onde está localizada a caverna, afirmou que a primeira etapa do resgate foi um “grande sucesso”. No entanto, o trabalho precisou ser interrompido para que os galões de ar comprimido fossem reabastecidos.

As crianças e o técnico foram localizados na última segunda (2), após 15 dias de buscas. Eles teriam entrado na caverna para se proteger do tempo ruim, porém uma inundação surpreendeu o grupo, que não conseguiu mais sair do local.

Fazem parte da operação 90 mergulhadores, 40 deles tailandeses e 50 estrangeiros. A expectativa do governo local e dos especialistas é de que o trabalho de resgate dure até quatro dias.

Intenções iniciais
Nos primeiros momentos de avaliação da situação dos meninos presos, o governo avaliou esperar o fim da estação chuvosa na região para que o resgate pudesse ser feito, o que poderia levar até quatro meses. No entanto, o bombeamento de água para fora da caverna e a interrupção de chuvas fortes possibilitaram o início dos resgates.

As equipes de salvamento intensificaram o processo após a previsão do tempo indicar a aproximação de uma tempestade, que deve chegar à região da caverna nos próximos quatro dias. A tempestade inundaria ainda mais a caverna e complicaria a situação dos garotos e do técnico presos no local. A queda do nível do oxigênio dentro da cavidade e a elevação do dióxido de carbono também aceleram o trabalho das equipes.

diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com