Padre Fábio de Melo pede desculpas por frase infeliz contra ‘macumba’

Usuário contumaz das redes sociais, onde arrebanha fiéis seguidores com momentos de sabedoria e tiradas espirituosas, o Padre Fábio de Melo foi flagrado em um deslize em uma de suas preleções virtuais. No post de um vídeo feito durante uma missa, e publicado no perfil oficial do clérigo no Facebook, lia-se: “Não tenha medo de macumbas, você tem o poder de fazer milagres”. O vídeo tinha conteúdo semelhante, segundo o advogado Ricardo Brajterman, do babalaô Ivanir dos Santos, que ficou incomodado com a postagem e notificou o padre extra-judicialmente. O post já está fora do ar.

Além de tirar o vídeo de sua página no Facebook, Fábio de Melo, que entrou em contato com Ivanir depois de ser acionado pelo arcebispo Dom Orani Tempesta, se comprometeu a visitar terreiros que vêm sendo atacados no Rio de Janeiro, dentro de uma onda de intolerância que cresce nos último anos. E foi ao Twitter se desculpar pelas colocações infelizes que fez.

“Sempre manifestei publicamente o meu respeito a todas as religiões. O candomblé fez parte da minha origem. Nunca quis ofender ou desmerecer quem quer que seja. Apenas expressei, durante uma celebração cristã, convicções cristãs. Peço perdão aos que se sentiram ofendidos”, escreveu o padre. “Eu não sou proprietário da verdade. Eu estou em busca dela. Quero o esclarecimento espiritual que me coloque ao lado de todos. Diferentes e iguais a mim. Somos irmãos e não me sinto melhor que ninguém. Se fui infeliz na forma como expressei o meu não crer, perdoem-me.”

“Já fiz um contato com o babalorixá Ivanir dos Santos. Ele foi extremamente gentil comigo. Nosso desejo é esclarecer que tolerância religiosa não significa abrir mão do que cremos ou não cremos, mas conviver harmoniosamente, colaborando na construção de um mundo melhor”, continuou Fábio de Melo. “O mundo já está dividido demais para que criemos outras divisões a partir de nós.”

Processo amigável

Segundo Ricardo Brajterman, o babalaô Ivanir dos Santos não chegou a ir à justiça contra o Padre Fábio de Melo. Ele encaminhou um comunicado à Arquidiocese do Rio, e tudo foi tratado e resolvido de forma amigável. “Contatado por Dom Orani, o padre procurou pelo Ivanir, pedindo desculpas e dizendo que apagaria o vídeo”, conta o advogado. “Foi super amigável, eles vão se reunir, provavelmente na semana que vem, para dar um abraço e trabalhar de mãos dadas.”

O trabalho conjunto envolverá a visita aos terreiros. “A intolerância hoje é tão grande que as pessoas da comunidade afro-brasileira não pode sair sequer de branco na rua ou podem ser agredidos. Deve acontecer a partir da semana que vem.”

msn

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com