Com Sindspem lotado Assembleia de Servidores municipais aprova indicativo de greve

Aconteceu na manhã desta quarta-feira(09), às 8:30 diante do auditório Joaquim Reis de Santana totalmente lotado, a primeira assembleia geral extraordinária da nova diretoria do Sindspem visando discutir  alguns  assuntos pendentes relacionados aos servidores públicos municipais. Os assuntos em pautas foram alguns informes, discussão sobre o atraso de salário e votação de indicativo de greve.

O Presidente Luis Dantas, deu início  a reunião agradecendo a presença em massa daqueles servidores  quando na oportunidade colocou em debate com a classe trabalhadora, a necessidade  de mudança no seu apoio sindical trocando a Força Sindical para a CUT.  Quando, foi colocando em plenário para votação sendo aprovado pela a maioria a mudança de amparo sindical Força para a CUT.

Em seguida,  abriu-se o leque de discussão relativo ao constante atraso nos salários do servidores indo para o terceiro mês consecutivo. Atraso esse que a gestão pública municipal prefere tratar de falta de pontualidade nos pagamentos.  Na discussão ampla e aberta muitas opiniões formadas de servidores, indignados com a postura administrativa do Prefeito Marcius Beltrão onde os mesmos acreditam que a atitude do Prefeito Marcius não é outra, se não a de perseguição a classe trabalhadora do município. Usou da Palavra além da mesa, os servidores Professoras Ester e Gilma, o Dentista Dr Robson, o Secretário Escolar Geraldo José além do Vereador Fagner Matias único presente na assembleia onde o mesmo  levou aquele servidores total apoio.

Depois de toda discussão, foi aprovado pela a maioria dos presentes o indicativo de greve com uma ressalva : somente para aqueles funcionários que não estão recebendo em dia os seus salários que para o sindicato e seus associados a partir dessa terça-feira(08) se venceu o quinto dia útil. Portanto, o município começa a ficar pendente com os funcionários públicos  não cumprindo rigorosamente o seu compromisso administrativo, financeiro e principalmente o que a lei trabalhista exige. Com a aprovação do indicativo de greve, o chefe da municipalidade Marcius Beltrão será comunicado da decisão da maioria dos servidores, e o sindicato terá 72 horas  para realizar uma nova assembleia geral extraordinária para determinar o dia que será deflagrado oficialmente a greve.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com