Último ato de ex-ministro foi uma suspeita indicação para Antaq

Na última decisão à frente do Ministério dos Transportes, Maurício Quintella indicou o advogado tributarista Daniel Maciel de Menezes Silva para o cargo de diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O objetivo de Quintella com a indicação de última hora, dizem no ministério, é inviabilizar a recondução do diretor Adalberto Tokarski, autor de denúncias de maracutaias na Antaq. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Tokarski denunciou ao MPF em 2017 que diretores da Antaq atuaram de forma abusiva no cargo e favoreceram empresas no setor de portos.

A indicação de Quintella foi protocolada na Presidência da República às 18h23 de quarta (28), quando o ministro havia deixado o cargo.

Maurício Quintella se demitiu para concorrer ao Senado em aliança com Renan Calheiros, inimigo do presidente que o nomeou ministro.

O tributarista Daniel Silva trabalhou no Senado por mais de 10 anos, até virar secretário de Infraestrutura de Portos em 2016.

diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com