INTEGRANTES DO MTST OCUPAM TRÍPLEX QUE LULA RECEBEU COMO PROPINA

Cerca de 50 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo ocuparam, na manhã desta segunda (16), o tríplex que Lula recebeu a título de popina na praia do Guarujá, no litoral de São Paulo, segundo resultou provado no processo em que o ex-presidente foi condenado por corrupção passiva e levagem de dinheiro.

Movimento supostamente dedicado a defender os interesses dos sem-teto, o MTST não protesta contra corrupção, mas sim contra a Justiça: uma faixa estendida nas janelas do apartamento, é possível ler as mensagens “se é de Lula, é nosso”; “se não é, por que prendeu?” e “povo sem medo”. Outros manifestantes também protestam na frente do prédio.

O ex-presidente Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro, que entendeu que a construtora OAS pagou R$ 2,2 milhões em propina para o petista por meio da entrega do tríplex no Guarujá e em reformas no imóvel. A sentença de Lula aumentou após decisão em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Lula foi preso no dia 7 de abril, quando se entregou a Polícia Federal em São Bernardo do Campo, após a ordem de prisão expedida por Moro. O ex-presidente foi transferido para a sede da Superintendência da PF em Curitiba.

Diariodopoder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com