Governo propõe igualar idade para aposentadoria dos militares de Alagoas

O governador Renan Filho enviou à Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (5) o Projeto de Lei que altera a idade de aposentadoria de policiais e bombeiras militares de Alagoas. A partir de agora, a transferência para a reserva remunerada ex-offício – aquela que acontece obrigatoriamente – é de 62 anos também para o sexo feminino.

A idade já era a mesma para os homens e, segundo o tenente-coronel Paes, diretor-secretário da Associação dos Oficiais Militares (Assomal), esse era um pleito antigo da categoria. Anteriormente, a ida para a reserva da PM e do Corpo de Bombeiros no caso das mulheres era de 47 anos.

“É um pleito que há muito tempo as policiais tinham, pois desde quando foi modificado o ingresso na PM de 18 a 30 anos, a policial que passasse no concurso com 30 ficaria teria apenas 17 anos de serviço, porque a idade limite era 47. Invés de ir para a reserva com a integralidade do salário, ia com os dias proporcionais”, explica.

A classe pedia a mudança para 57 anos. “Foi para 62, como é o dos homens, e para nós é ótimo. Às vezes você faz o concurso com 30 anos, mas o Estado demora para lhe chamar. Você tem uma folga de tempo até os 62, mas acredito que nenhuma chega a essa idade, porque com 25 anos você adquire o direito e com 30 a policial vai ex-officio”.

Na mensagem encaminhada à Assembleia, Renan Filho afirmou que o objetivo da mudança é “é harmonizar a legislação estadual à Constituição Federal”, que estabelece que homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações. Além disso, a mudança também veda a criação de condições mais favoráveis às das Forças Armadas.

O projeto de lei, publicado no Diário Oficial do Estado, ainda será analisado e votado pelos deputados estaduais antes de ser sancionado pelo governador para que possa entrar em vigor.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com