Sindpol denuncia o atraso na obra da regional de Penedo-AL, que ocasiona superlotação de presos

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) denuncia o atraso na obra da delegacia regional da cidade de Penedo-AL que prejudica as delegacias das cidades circunvizinhas com superlotação de presos.

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informa que as obras da reforma da Delegacia Regional de Penedo estão atrasadas há mais de dois meses, “e o pior que não tem prazo para a conclusão da reforma”, destaca.

O presidente do Sindpol cobra do Governo do Estado a conclusão da reforma da Regional para que os presos sejam retirados das delegacias da região do Baixo São Francisco. “As cidades circunvizinhas estão ficando superlotadas de presos, como a delegacia de Igreja Nova que possui determinação para não ter preso, mas está com 16 presos, quando o local só tem capacidade para quatro presos”, destaca o sindicalista.

De acordo com Ricardo Nazário, o Governo de Alagoas não se empenha em finalizar as obras. “O início da obra foi de 10 de julho de 2017 com prazo de 180 dias, que deveria estar pronta em janeiro deste ano. Isso é absurdo o que o governo do Estado vem fazendo com os policiais civis e a população de Penedo, deixando todos abandonados”, informa.

O sindicalista destaca que isso reflete negativamente no atendimento de toda a sociedade. “A população de Penedo é quem sofre com as consequências desse atraso”, finaliza.

sindpolalagoas

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com