Renan Filho participa de Encontro de Governadores do Nordeste, no Piauí

Texto de Severino Carvalho

Teresina (PI) –  O governador Renan Filho participa, nesta terça-feira (6), em Teresina, Piauí, do Encontro de Governadores do Nordeste, que acontece a partir das 8 horas no Espaço Coco Bambu. A reunião tem como objetivo discutir a implantação de uma operação nacional de segurança, que reúna todas as forças policiais, equipamentos e infraestrutura para o combate à criminalidade nos estados.

 

Eles buscam, ainda, articular a criação de um fundo nacional que, somado aos recursos do Tesouro Estadual e da União, possa ser destinado às ações de Segurança Pública.

 

Na semana passada, o presidente Michel Temer apresentou proposta de abertura de uma linha de financiamento de R$ 42 bilhões aos estados para investimentos em segurança pública, a maior parte oferecida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES). A proposta será avaliada durante o encontro no Piauí.

 

Renan Filho recordou que Alagoas é um dos Estados do Nordeste que têm hoje os melhores resultados na área da Segurança Pública – fruto de investimentos com recursos próprios – e um dos poucos que reduzem violência no Brasil.

 

“Vamos ao Piauí para discutir Segurança Pública e, sobretudo, debater essa proposta feita pelo governo federal que, na visão dos governadores, é uma proposta insuficiente, aquém das necessidades e que transfere responsabilidades. O que a gente cobra é que a União assuma também parte das responsabilidades na Segurança Pública, não fazendo intervenção, porque não é isso que rege a Constituição, como regra natural, mas sim colaborando financeiramente para que os Estados tenham, cada vez mais, condições de fazer Segurança Pública”, afirmou o governador de Alagoas.

 

Para o governador do Piauí, Wellington Dias, é importante que o Congresso Nacional aprove uma nova fonte de recursos para o financiamento da Segurança Pública, a exemplo da criação de um fundo nacional semelhante ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

“No encontro que tivemos em Brasília foi proposto a criação de uma linha de crédito oferecida pelo BNDES aos estados que pode chegar a R$ 42 bilhões. É uma iniciativa louvável, no entanto é  aquém do necessário, porque precisamos de recursos para custeio e o financiamento do BNDES só permite que sejam feitos investimentos”, analisou o chefe do executivo estadual.

 

O encontro no Piauí terá transmissão ao vivo (live) pelas redes sociais do governador Renan Filho (Facebook e Instagram).

Agenciaalagoas

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com