SONY DSC

Os sete Passos da Procissão dos Senhor dos Passos da Graça

“No decorrer da procissão, parava-se nos referidos Sete Passos que eram:
1º) Dentro da Igreja de São Roque, no altar onde atualmente está o Sr dos Passos de São Roque, que veio do Convento de São Pedro de Alcântara.
2º) Estava este Passo metido na parede da Cerca Fernandina, mais ou menos a meio do atual Largo Trindade Coelho. Em 1837 a Câmara intimou o Arcebispo de Lacedemória e a Irmandade a retirar tudo de dentro do Passo, em vista da sua destruição e de toda a cerca, de forma às obras de beneficiação do novo Largo. A Irmandade não o voltou a reconstruir, e optou por um Passo portátil, que colocava junto da igreja da Encarnação.
3º) Estava levantado na zona do Rossio. Primeiro era armado junto da casa da Inquisição, depois foi construido nuns terrenos da casa de Cadaval, sendo destruído no terramoto de 1755. Armou-se depois ao pé de São Luís do Franceses, e anos depois ao fundo da Calçada do Carmo. Reconstruído em 1781, alinhado novamente com o Palácio de Cadaval, mas destruído um ano depois. A Irmandade pôs a Câmara em tribunal, e esta teve que o reconstruir novamente. No entanto, o administrador da Casa de Cadaval não permitiu que este excedesse o 1º andar. O Passo sofreu obras, e perdeu de tal forma a aparência de Capela, que em 1911, este foi o principal motivo utilizado por Afonso Costa, procurador da Duquesa de Cadaval, para reclamar a sua devolução.
4º) Ficava junto da Porta de São Vicente, perto do Palácio do Marquês de Aegrete, quase ao lado da Sra da Saúde. Foi reconstruído no pós-terramoto, e demolido em 1907 também pela Câmara.
5º) Esteve na Rua dos Cavaleiros, depois no Benformoso, e actualmente encontra-se na base da Calçada de Sto.André, esquina com o Largo do Terreirinho. É o único Passo que a Irmandade ainda possui. (ver fotos)
6º) Colocado ao cimo da Calçada de Santo André, perdeu-o a Irmandade por altura da Instauração da República.
7º) Até 1755 ficava na terceira capela da Igreja da Graça. Após a reconstrução, passou para a Segunda Capela.”
(Alexandre Roque)

Imagens: 6º Passo da Procissão, na Calçada de Sto.André/Largo do Terreirino. Único existente na atualidade, pertença da Irmandade, e “recuperado” (na medida do possível :/ ) há três anos.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com