Vereadores penedenses voltam às atividades parlamentares com novidade

 

Os parlamentares penedenses, retornaram nessa sexta-feira(02) aos seus trabalhos legislativos sob a Presidência de Junior do Tó  após um mês de merecidos recessos. Estiveram presentes a maioria dos edis faltando apenas Marcelinho Pereira, Derivam e Mano da Caçamba que tiveram suas faltas justificadas  pelos companheiros.

A tribuna foi usada apenas por dois dos edis : João Lucas que fez um verdadeiro balanço das suas atividades naquele poder durante o ano de 2017  e destacando algumas conquistas alcançada e sentindo-se “frustrado ” por não ser atendido em outras reivindicações.

Já Nelsinho, foi mais contundente em sua fala, ele foi direto e objetivo no tocante a questão dos recursos do Fundeb que transforma-se em rateio na condição de sobra e que todos os anos são fatiados  entre os professores  através da verba dos 60. De acordo com Nelsinho, o Prefeito Marcius Beltrão e a Secretária de Educação precisam explicar a esses educadores quanto foi  arrecadado do Fundeb 60 no ano de 2017 e qual foi o destino de mais de 24 milhões de sobras desses recursos que devem ser destinados aos seus verdadeiros donos que são os professores.

Outro assunto levado a tribuna daquela casa pelo Vereador Nelsinho, foi a questão da prestação de contas  do município que segundo ele até hoje nunca chegou a Câmara e o pior é que de acordo com o edil o gestor municipal fere os princípios da legalidade quando manda diretamente esses números para TCE  sem passar pelos os Vereadores  que tem o papel de fiscalizar, analisar, aprovar ou não essas contas.

Por último, vale informar que foi protocolado naquela colenda casa  de leis no dia de hoje o retorno do Projeto de regime próprio de previdência que deverá entrar em pauta nas próximas sessões.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com