Justiça condena dupla que tatuou a frase “Eu sou ladrão” na testa de jovem

A Justiça condenou na última sexta-feira (16) a dupla que, em junho do ano passado, tatuou na testa de adolescente, com então 17 anos, a frase ”eu sou ladrão e vacilão’, em São Bernardo, no interior de São Paulo.

O tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 28 anos, foi condenado a três anos de pena privativa de liberdade em regime inicial semiaberto, pelo crime de lesão corporal gravíssima, de e quatro meses e 15 dias de detenção, em regime inicial semiaberto, por delito de constrangimento ilegal.

Já o pedreiro Ronildo Moreira de Araújo, 30, foi condenado a cumprir pena privativa de liberdade de três anos e seis meses de reclusão, em regime inicial fechado (crime de lesão corporal gravíssima), e cinco meses e sete dias de detenção, em regime inicial semiaberto (delito de constrangimento ilegal).

Não foi concedido aos réus o direito de recorrer em liberdade. Ambos estão presos na Penitenciária de Tremembé.

Fonte: Redação com Diário do Grande ABC

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com