201601120726_016b086a50

Candidatos aprovados no concurso da PM levam ao MP denúncias de irregularidades

Uma comissão composta por cinco candidatos que fizeram o concurso da Polícia Militar de Alagoas, realizado em 2017, apresentou ao Ministério Público, na manhã desta terça-feira (16), uma denúncia referente à violação de um dos quesitos presentes no edital de convocação.

Um dos requisitos básicos para o ingresso no curso de formação diz respeito a estatura do candidato, que deve ter altura máxima de 1,60 m e 1,65 m, para mulheres e homens, respectivamente.

Os candidatos alegam que, pessoas fora do perfil exigido no certame, estão sendo convocadas, deixando assim, vários outros prejudicados.

De acordo com eles, após passar pela avaliação da banca organizadora – Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) -, os referidos candidatos estariam sendo considerados aptos a ingressar no curso de formação.

Alguns concorrentes estão se sentindo prejudicados e por isso montaram uma comissão para apresentar formalmente a denúncia ao Ministério Público, cobrando esclarecimentos. “Estamos indo no Ministério Público para pedir esclarecimento à banca com relação a esse equívoco. Nos sentimos prejudicados quando pessoas que não se enquadram no perfil tomam nossas vagas”, disse, um candidato que não quis de identificar.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), que informou que todas as tratativas referentes ao concurso deverão ser tratadas diretamente com a Cebraspe, que informou que se pronunciará por meio de nota.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com