201610270957_ed19bf8e8c

Estado encaminha à ALE projeto que aumenta salário de policiais civis de AL

O Estado encaminhou à Assembleia Legislativa (ALE) o projeto de lei que aumenta o salário dos policiais civis de Alagoas. Conforme consta no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (7), o reajuste – caso aprovado – começaria a valer a partir de dezembro de 2018. Para o sindicato que representa os servidores, o subsídio já nasce defasado.

De acordo com o ato, o Executivo explica que a matéria “visa implementar a política remuneratória elaborada nos termos acordados entre os representantes da categoria dos servidores supracitados e o Governo do Estado, tratando-se de uma iniciativa de relevância para aqueles que integram a Carreira dos Profissionais da Polícia Civil de Alagoas”.

O projeto traz, portanto, uma tabela de valores dos salários a depender do nível e das classes da categoria. O salário base para a classe A, por exemplo, chega a R$ 3.800. Já o nível IV, classe G, alcança o montante de R$ 10.763,58.

O ato é assinado pelo vice-governador Luciano Barbosa, que responde interinamente a chefia do Executivo.

ACORDO

O aumento salarial é fruto de um acordo firmado ainda em fevereiro deste ano, entre o Estado e a categoria. Apesar disso, os servidores se viram obrigados a fazer paralisações e ameaçar greves em virtude do atraso para enviar o projeto ao Legislativo.

O último ato público foi no último dia 30, quando um grupo de 20 policiais civis decidiu acampar na sede da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), no Centro de Maceió, na tentativa de conseguir uma reunião com o gestor da pasta, Fabrício Marques.

Contudo, os manifestantes decidiram desocupar o espaço no início da tarde, após a promessa de que seriam recebidos pelo secretário no dia 5.

‘JÁ NASCE DEFASADO’

Por telefone, o diretor de comunicação do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol), Edeilto Gomes, esclareceu que o aumento representa uma vitória conquistada pelos servidores; porém, tal reajuste já nasce defasado em decorrência de perdas inflacionárias causadas pelo tempo, além do fato de a categoria ter status de nível superior.

“O aumento é para dezembro, mas, somente em janeiro de 2019, é que vamos ser contemplados, sem falar na inflação. Nós somos a Polícia Civil do país que tem um dos piores pisos. O ideal seria R$ 7.500, pois a PC é uma carreira de nível superior, visto que trabalha com a parte fina do serviço de investigação”, disse.

Com o encaminhamento do projeto à ALE, o sindicato vai ao Legislativo, hoje à tarde, para analisar o teor da matéria e sensibilizar os deputados. “Vamos, inclusive, conversar com eles sobre os aposentados, que têm direito ao aumento, conforme prega a legislação”, explicou o sindicalista.

gazetaweb.globo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com