14078809725657

Alexandre Toledo: “Não pratiquei nenhum ato ímprobo ao longo de minha trajetória”

Conversei rapidamente com ex-secretário de Saúde do Estado de Alagoas, Alexandre Toledo, na manhã de hoje, sobre a ação promovida pelo Ministério Público Federal da qual é alvo. O órgão ministerial ajuizou ação contra ele, contra o ex-secretário de Saúde Jorge Villas Boas e os empresários Naelson Pereira e Patrícia Kelly Pereira, além da empresa Arfriocar, com sede em Maceió e outros quatro servidores públicos, na época lotados na pasta.

A acusação é de ato de improbidade administrativa por dispensa de licitação usando verbas do Sistema Único de Saúde, como consta em matéria divulgada pelo CadaMinuto. Na reportagem, estão os detalhes da ação, das contratações diretas que, conforme o MPF, resultam no montante de R$ 417 mil.

Ao ser procurado, Alexandre Toledo destacou que tem a “consciência tranquila” em relação ao período em que esteve à frente da Secretaria Estadual de Saúde. O ex-secretário afirma que não foi citado ou ouvido pelo MPF e que tomou conhecimento da ação ajuizada por meio da imprensa. Foi enfático ao afirmar que nunca praticou atos de improbidade. Após ser procurado, encaminhou – inclusive – uma pequena nota em que destaca:

“Tomei conhecimento, por meio da imprensa, de suposta ação de improbidade administrativa. Não fui citado e não sei do que se trata. Certo de minha inocência, se citado exercerei meu direito de defesa, pois sei que não pratiquei nenhum ato ímprobo ao longo de minha trajetória”.

cadaminuto

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com